10 passagens para pastores decorarem

por David Mathis

David Mathis
David Mathis

Aqui está uma maneira de relaxar durante um mês de calor: memorização.

Pegue um chá gelado, encontre um lugar com ar-condicionado e coloque essas dez passagens na memória. Você nunca se arrependerá de um tempo a mais gasto memorizando a palavra de Deus – especialmente quando são passagens que se mostram sempre úteis na vida cristã e ao pastorear outros.

Essas são dez que se mostram particularmente úteis para pastores e líderes cristãos, mas creio ser uma boa lista para todo cristão também. Veja quais você já conhece. Aprimore essas um pouco, e quem sabe se aperfeiçoe com uma nova passagem ou algumas que você ainda não memorizou.

Salmo 23

É um dos mais conhecidos textos bíblicos e um dos melhores para firmar nossas almas, e a de outros, no Bom Pastor (Sl 23.1; Jo 10.11-18) durante os melhores e piores momentos da vida.

1 Coríntios 11.23-26

Não importa com que frequência nossas igrejas celebrem a Ceia (quanto mais, melhor), essa é a passagem que muitos pastores (deveriam) recitam em público mais do que qualquer outra. Falar essas “palavras de instituição” com seus olhos fitando graciosamente a congregação em vez de ler da Bíblia ou de um pedaço de papel, pode se tornar um poderoso momento na vida da igreja em comunhão.

Mateus 28.18-20

A Grande Comissão é um texto tão importante, que foca na nossa missão, na nossa vida individual e comunitária, que espera-se que você tenha essa passagem na ponta da língua. Os generais e comandantes deveriam ter esse plano de ação memorizado.

Salmo 46.1-11

Esse Salmo de confiança em Deus como nosso refúgio e fortaleza – socorro presente nos momentos difíceis – pode ser profundamente confortante, pessoalmente. Particularmente ao consolar os outros em meio às mais difíceis circunstâncias da vida, seja ao lado da cama, no hospital ou no local de uma tragédia. Quando você é, inesperadamente, chamado para proferir uma palavra de conforto sobre a fiel e inabalável força de Deus, é difícil superar o gentil mas confiante Salmo 46 seguido de uma breve oração feita para o problema presente.

Colossenses 1.15-20

Qualquer lista de passagens para decorar precisa de um bom texto Cristológico como âncora, sobre a obra objetiva de Jesus por nós e além de nós. É fácil gravitar em direção aos textos mais subjetivos, que parecem ser mais imediatamente aplicáveis à postura do nosso coração e às nossas ações externas. Mas o Cristianismo começa com as conquistas objetivas de Cristo, não com as aplicações subjetivas a nós, por mais essenciais que sejam. E Colossenses 1.15-20 podem ser os seis versículos consecutivos mais poderosos da Bíblia para formar e estabelecer uma cosmovisão cristã. Esse é um potente pequeno pedaço de dinamite para se ter escondido no coração (junto com Hebreus 1.1-4 e Filipenses 2.5-11).

Filipenses 3.7-11

Esta é a melhor passagem subjetiva para complementar as grandes conquistas objetivas de Colossenses 1.15-20. Aqui é onde queremos viver diariamente, liderando os que nos seguem “considero(ando) tudo como perda, comparado com a suprema grandeza do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor” (NVI). Mesmo que o mundo, a carne e o mal nos impeçam, quase constantemente, de experimentar completamente o que Paulo descreve aqui, nós amamos nossas pequenas provas e vislumbres – e queremos desesperadamente continuar realinhando e recalibrando nosso coração, e nossa igreja, à esse Cruzeiro do Sul emocional.

Gálatas 5.22-23

Muitos de nós descobrimos que, quanto mais vivemos a vida cristã, mais admirado e agradecido é o fruto do Espírito no final de Gálatas 5. É uma lista seriamente profunda. Quanto mais nossa vida é genuinamente caracterizada por essas virtudes, mais aprendemos a viver pelo Espírito, no tipo de fé e confiança que faz o nosso dia-a-dia surpreendentemente sobrenatural para os padrões desta era.

Romanos 8.28-39

Na verdade, vá e memorize Romanos 8 inteiro. Alguns o consideram o capítulo mais importante da Bíblia. E pode ser mesmo que seja. Talvez você possa combinar com um parceiro de ministério para estudar o capítulo juntos, cinco versos por semana, por dois meses. Se encontrem semanalmente para verificar e recitar o capítulo até onde você tiver aprendido, ouvir de outros ouvidos além dos seus. Mas se fazer esse tipo de compromisso é demais nessa temporada do ministério, pelo menos tente completar esses doze versos. Esses são os Himalaias bíblicos. E são extremamente importantes na vida e no ministério Cristão.

Números 6.24-26

Essa é a chamada “Benção de Arão” da antiga aliança. Deus instruiu Arão (irmão de Moisés e primeiro sumo sacerdote de Israel), e seus filhos depois dele, a abençoarem o povo dessa forma. A tripla repetição de “Senhor” chama por nosso Soberano Triúno e o uso desse nome, em particular, faz com que ela seja facilmente transferível para os cristãos da nova aliança com o Cristo soberano como nosso “Senhor”. Uma declamação clara, bem ritmada e pastoral dessa benção pode ser uma linda benção para adoração coletiva no fim de semana, ou num casamento ou funeral, ou para colocar os filhos ou netos para dormir.

Judas 1.24-25

Esses versos que concluem a pequena carta do irmão de Jesus, Judas, também são uma maravilhosa doxologia ao terminar um sermão ou ao proferir uma benção de boa noite. Ou ao pedir a benção de Deus num novo empenho ministerial.  Então nós terminamos com as palavras de Judas como oração para qualquer iniciativa para a qual Deus esteja nos chamando ao memorizar as Escrituras…

Àquele que é poderoso para impedi-los de cair e para apresentá-los diante da sua glória sem mácula e com grande alegria, ao único Deus, nosso Salvador, sejam glória, majestade, poder e autoridade, mediante Jesus Cristo, nosso Senhor, antes de todos os tempos, agora e para todo o sempre! Amém.” (NVI).

Traduzido por Jéssica Lima | iProdigo.com | Original aqui

Tags: , , ,

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.