A vontade secreta de Deus

por Paul Tripp

Quando você pensa sobre a vontade de Deus, no que você pensa? Se você tivesse que definir a frase – a vontade de Deus – o que você diria?

Estou profundamente convencido que há muitos cristão vivendo com medo, ansiedade e confusão porque não sabem qual é a vontade de Deus para suas vidas. Você é um desses? Aqui estão algumas perguntas para se fazer:

  • Você vive constantemente procurando por “dicas” do que Deus está fazendo?
  • Você está preocupado por talvez não estar no lugar exato que Deus deseja que você esteja?
  • Você acha difícil tomar decisões por não ter certeza da vontade de Deus?
  • Você tem dificuldades em descansar após tomar decisões porque pensa que talvez tenha cometido um erro?

Acho que muitos cristãos cometem o erro de agirem baseados no que nunca poderão ter certeza, ao invés de confiarem no que podem saber com certeza. Em outras palavras, Cristãos confundem a vontade secreta de Deus com sua vontade revelada.

De forma alguma esse artigo está te encorajando a parar de orar ou de buscar saber mais de Deus – a Bíblia fala em inúmeras passagens que você deve fazê-lo. Mas temo que muitas vezes busquemos nos lugares errados. Ao invés de descansarmos entro dos limites claros do que Deus se fez conhecer a nós, buscamos as partes secretas e não reveladas da vontade de Deus e acabamos perdidos, confusos, desencorajados e ansiosos.

A razão pela qual teólogos chamam a vontade secreta de Deus de secreta é precisamente porque ela está oculta a nós! O plano soberano de Deus para o universo não foi revelado a nós. Ainda assim, Deus não nos deixou sem instrução – ele nos deu sua Palavra.

O apóstolo Paulo lembrou Timóteo do quão útil a Bíblia é: “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra” (2 Timóteo 3.16-17).

A Bíblia é útil para correção – nos dá os passos que precisamos para irmos na direção que Deus deseja. E a Bíblia é útil para treinamento – nos comunica todas as habilidades que precisamos adquirir para viver uma vida piedosa. Deus revelou muitas coisas por meio de sua Palavra – a quantidade necessária – e se vivermos de acordo com sua vontade revelada, podemos viver em paz, mesmo não conhecendo sua vontade secreta.

Deixe-me dar um exemplo da minha vida. Anos atrás, morávamos em Scranton, Pennsylvania. Eu era o pastor de uma pequena igreja lá e, do nada, me ofereceram uma oportunidade de mudarmos para a Philadelphia e assumir um novo e empolgante ministério.

Imediatamente, Luella e eu começamos a pensar sobre a vontade de Deus. Como poderia ser diferente? Eu me perguntava “como é que eu vou saber se é da vontade de Deus que eu deixe essa igreja e esse ministério e me mude para a Philadelphia?”

Sejamos honestos: para uma decisão tão importante assim, você quer ter certeza. Eu queria estar absolutamente convencido do que Deus queria que eu fizesse. Mas Luella e eu decidimos que não era nosso trabalho descobrir todos os sinais e guiarmos a nós mesmos. Decidimos que precisávamos fazer o que Deus já havia revelado a nós em sua Palavra.

Na Bíblia, Deus diz que não devemos viver vidas independentes. Vivemos em comunidade com outras pessoas – a igreja – e cada parte do corpo contribui com cada parte, e nós crescemos e amadurecemos por meio dessa contribuição (Efésios 4.13-16). Assim, Luella e eu decidimos nos abrir e conversarmos com outras pessoas sobre essa oferta que foi feita.

Convidamos pessoas para nos aconselharem e falaram o que elas pensavam que deveríamos fazer. E uma coisa maravilhosa aconteceu – ao obedecermos a vontade revelada de Deus, o Senhor começou a nos guiar e, em pouco tempo, as pessoas de nossa pequena congregação confirmaram de muitas formas que deveríamos aceitar essa nova oportunidade ministerial.

Eu entendo que a vida é confusa e grandes decisões são difíceis de tomar com muita confiança. Eu estava lá, muitos anos atrás, em Scranton, temeroso de cometer um erro que não fazia parte da vontade de Deus. Mas fui lembrado que eu não precisava buscar sinais ou ler as estrelas. Deus havia me dado sua vontade revelada em sua Palavra.

Descanse em saber que enquanto você obedecer os estatutos de Deus, você estará cumprindo a vontade dele em tudo que fizer.

Tags: , , ,

Traduzido por Filipe Schulz | Reforma21.org | Original aqui

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.