Aprendendo com os heróis desconhecidos da Bíblia

por Trevin Wax

Trevin Wax
Trevin Wax

Nós escutamos muito sobre Paulo, Pedro, Tiago e João. Mas há muitas pessoas mencionadas no Novo Testamento que podem passar despercebidas por nós.

Em Colossenses 4, o Apóstolo Paulo lista dez nomes da igreja primitiva não tão familiares. A “chamada” desses santos por Paulo me traz à memória a vasta maioria dos cristãos que silenciosamente desempenham papéis importantes no reino de Deus. Mesmo que essas menções sejam breves, elas contêm lições de vida para nós.

Tíquico – Encorajem uns aos outros falando da Palavra de Deus

Tíquico lhes informará todas as coisas a meu respeito. Ele é um irmão amado, ministro fiel e cooperador no serviço do Senhor. Eu o envio a vocês precisamente com o propósito de que saibam de tudo o que se passa conosco e para que ele lhes fortaleça o coração.

Tíquico tinha um trabalho a cumprir. Ele deveria levar notícias de Paulo, assim como a própria carta do Apóstolo, ao povo de Colosso. O resultado seria o encorajamento dos corações dos cristãos. Eu quero ser como Tíquico. Eu quero ser um arauto da Palavra, de tal forma que isso transborde do meu coração na hora e no lugar certo.

Onésimo – O evangelho transforma a inutilidade em utilidade

[Tíquico] irá com Onésimo, fiel e amado irmão, que é um de vocês. Eles irão contar-lhes tudo o que está acontecendo aqui.

Onésimo era um escravo fugitivo. Seu nome significava “útil”, mas ele havia provado ser “inútil” ao seu mestre, Filemon. Ainda assim, Paulo o afirma como um irmão fiel e amado, acrescentando que ele era “um de vocês”. A cruz une o que o mundo separa. Anteriormente, Onésimo não havia honrado seu nome. O evangelho mudou tudo isso, e nos muda também. Não há como honrarmos o título de “cristãos” à parte da obra santificadora do evangelho, que são as boas novas que pegam pecadores inúteis e os transformam em colaboradores úteis do reino de Deus.

Aristarco – Sofram uns com os outros

Aristarco, meu companheiro de prisão, envia-lhes saudações…

Aristarco era um dos companheiros de ministério de Paulo, e aqui ele é mostrado como um companheiro de sofrimento. Precisamos de pessoas como Aristarco, que se mantém focadas no reino independentemente das conseqüências, que se alegram conosco em tempos de alegria e que pranteiam conosco em tempos de dificuldades.

Marcos – Sempre levantem após cair

… bem como Marcos, primo de Barnabé. Vocês receberam instruções a respeito de Marcos, e se ele for visitá-los, recebam-no.

Marcos foi a causa de uma das maiores divisões da igreja primitiva. Paulo e Barnabé discordaram a respeito do desejo de Marcos de acompanhá-los em uma viagem missionária. Por quê? Porque Marcos dava sinais de ser um desistente. Ele havia ido com eles em uma viagem anterior, desistido e voltado para casa. Essa passagem indica que Marcos já havia feito as pazes e retornado à companhia de Paulo. Marcos caiu, mas se levantou. Tanto que é provável que ele tenha escrito uns dos quatro Evangelhos! A lição aqui? Levante-se sempre. O justo cairá sete vezes, mas ainda assim, se levantará todas as vezes.

Justo – Façam de seu cristianismo a sua identidade primordial

Jesus, chamado Justo, também envia saudações. Esses são os únicos da circuncisão que são meus cooperadores em favor do Reino de Deus. Eles têm sido uma fonte de ânimo para mim.

Justo abriu mão propositadamente de sua identidade duas vezes, visando à propagação do evangelho. Primeiro, apesar de seu nome ser Jesus, ele atendia pelo nome de Justo, provavelmente para evitar confusões com o Jesus que ele estava proclamando. Segundo, ele abandonou seu próprio povo, os judeus, para pregar o evangelho em meio àqueles em Roma. Justo baseou sua identidade em Jesus Cristo. Ele não era judeu acima de qualquer coisa. E seu nome também não era inalterável. Ele era “em Cristo”. E você? Qual é a sua identidade principal? O cristão cuja identidade primordial é Jesus Cristo pode atravessar culturas e barreiras em nome do evangelho.

Epafras – Batalhem pelos outros em oração

Epafras, que é um de vocês e servo de Cristo Jesus, envia saudações. Ele está sempre batalhando por vocês em oração, para que, como pessoas maduras e plenamente convictas, continuem firmes em toda a vontade de Deus. Dele dou testemunho de que se esforça muito por vocês e pelos que estão em Laodicéia e em Hierápolis.

Epafras era um guerreiro de oração. Atordoado pela imaturidade espiritual que via nos outros, ele buscou o trono da graça e “batalhou” pelo povo de Deus em oração. Ele queria que as pessoas da sua igreja tivessem certeza da vontade de Deus, que soubessem como agir. Então ele levava esses fardos a Deus em oração. Que privilégio levar as necessidades espirituais de nossos irmãos e irmãs a Deus!

Lucas – Usem suas ocupações para a glória de Deus

Lucas, o médico amado…

Lucas usou sua ocupação como doutor para a glória de Deus. Quem sabe quantas vezes Lucas tratou Paulo, que sofria de terríveis dores nas costas? Lucas não usou seus dons apenas para o próprio benefício. Ele entregou esses dons a Deus. Nós aprendemos com Lucas que as nossas vocações não estão separadas da nossa vida espiritual. Somos chamados para fazer tudo para a glória de Deus – com excelência, com beleza e com zelo.

Demas – Cuidem para não se revoltarem

… e Demas enviam saudações

A carta de Paulo a Timóteo nos informa que Demas se apaixonou pelo mundo e se afastou de Deus. Por alguma coisa diferente de Deus atraiu suas afeições. O exemplo de Demas serve como um aviso para nós. Cuide para não virar as costas! Deixe que esse exemplo nos alerte sobre revoltas contra Deus e o abandono de nossa fé no evangelho.

Ninfa – Façam o que puderem com o que tiverem

Saúdem os irmãos de Laodicéia, bem como Ninfa e a igreja que se reúne em sua casa.

Ninfa abriu as portas de sua casa para que a igreja se reunisse lá. Ela entregou seus recursos para a causa do evangelho. Você pode pensar que não tem nada para oferecer. Mas Cristo pode pegar a coisa mais comum possível e transformá-la em uma ferramenta para o avanço de Seu reino. Ele pediu para usar o barco de alguns pescadores, e esse simples barco se tornou um púlpito para pregar às massas. Com o singelo almoço de um garoto, alguns pães e peixes, Jesus foi capaz de alimentar mais de 5000 homens. Com um pouco de poeira do chão, Ele foi capaz de curar um cego. O sepulcro emprestado por José de Arimatéia se tornou o túmulo vazio que comprova a ressurreição de Cristo.

Arquipo – Desafiem uns aos outros para se manterem no caminho certo

Digam a Arquipo: “Cuide em cumprir o ministério que você recebeu no Senhor”.

A carta de Paulo à igreja colossense contém esse desafio pessoal para um indivíduo. Isso me lembra um pouco de um culto de ordenação, quando um pastor prega uma mensagem direcionada ao candidato. Como não é uma mensagem para a igreja inteira, as pessoas se perguntam: “por que não entregar essa mensagem em particular?”. A razão para isso é que a igreja inteira deve desafiar o candidato com o passar do tempo a viver de acordo com a demanda que lhe foi entregue. Arquipo é um exemplo de como os cristãos devem desafiar uns aos outros, às vezes em particular, às vezes em público. Nós precisamos da exortação de nossos irmãos e irmãs em Cristo para crescer em santidade e fé.

[tweet link=”http://iprodigo.com/?p=5507″]Quando o seu desejo mais inflamado é de que Cristo seja honrado, você também pode ser um herói desconhecido.[/tweet]

Aristarco, Arquipo, Ninfa, Justo… Apenas alguns dos heróis desconhecidos da Bíblica, “desconhecidos” porque eles estavam primariamente focados em assegurarem que a honra a Jesus Cristo fosse dada por todas as tribos, linguas e nações.  Quando o seu desejo mais inflamado é de que Cristo seja honrado, você também pode ser um herói desconhecido.

Traduzido por Filipe Schulz | iPródigo.com | Original aqui

Tags: , , , ,

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.