Como um marido perde sua autoridade

por Peter Jones

Após explicar como um marido deve exerce sua autoridade, William Gouge lista diferentes maneiras como um homem perde sua autoridade. Aqui, ele quer dizer autoridade funcional. O marido ainda tem autoridade oficial como o cabeça de sua família, mas as pessoas não o escutam e, em casos extremos, pode haver divórcio onde o marido perde sua autoridade primária. Ele lista três maneiras diferentes de como os maridos podem perder sua autoridade: vida indisciplinada, crueldade/tirania e a recusa de liderar a famílias, dando-lhes a liberdade de fazer o que quiserem.

[Homens], por sua irreverência, farra, bebedice, imoralidade, falha de levar a vida a sério, desperdício de dinheiro e outras condutas desonrosas, tornam-se desprezíveis e, assim, perdem sua autoridade. Embora a esposa não deva usar essas ocasiões para desprezar seu marido, ainda é um justo juízo sobre ele ser desprezado, considerando que ele se faz desprezível.

Um homem que carece de disciplina e autocontrole perde sua autoridade e merece menosprezo.

Contrário também às orientações que acabei de dar [como exercer a autoridade com sabedoria] é a conduta severa, áspera e cruel, que, pela violência e tirania procuram manter sua autoridade. A força pode, de fato, causar medo, mas o medo dos escravos, tal medo produz mais ódio que amor, causa mais desprezo interior que respeito exterior.

Um marido que lidera com tirania e violência perde o coração de sua casa. Uma esposa ou as crianças podem segui-lo, mas é apenas para evitar injúrias, não por amor ou respeito pelo marido.

E contrário [ao governo sábio] é a disposição bajuladora, que, contra seu próprio juízo, cede à inclinação de sua esposa naquelas coisas que são ilícitas; eles preferirão perder sua autoridade a fazer sua esposa infeliz… alguns maridos permitem isso por causa de sua disposição temerosa e tola, carecendo de coragem e sabedoria para manter a honra de sua posição contra o orgulho de suas esposas. Outros seguem uma mente sutil, cobiçosa e ímpia, que por meio de suas esposas possa haver mais liberdade para receber subornos. Entre esses eu posso contar aqueles que, contra sua própria vontade, satisfazem a da esposa, permitindo que ela e os filhos sigam a última moda, vistam-se de maneira inapropriada para suas posições, estejam sempre com amigos tolos e assim por diante… Os maridos podem ouvir as sugestões boas de suas esposas, mas eles não podem obedecê-las nas coisas más.

Maridos perdem sua autoridade quando se recusam a ficar firmes ou creem que um caminho é o certo, mas, em vez disso, seguem aquilo que sua esposa diz. Quando eles mimam suas esposas e cedem a todos os seus desejos, eles perdem autoridade. Eles podem fazer isso por covardice ou por manipulação (“receber subornos”).

Muitas vezes, nós maridos ficamos irritados quando não estamos sendo ouvidos e nossa autoridade não é honrada. Isso é bom. Um marido e pai deve esperar ser ouvido. Mas, quando isso acontece, a primeira coisa que devemos examinar são nossas vidas. Você é preguiçoso e indisciplinado? Esperamos que nossa esposa e filhos trabalhem duro, mas somos moles? Somos cruéis e carrascos? Governamos por ameaças, gritos e violência? Finalmente, conseguimos dizer não a nossas esposas? Conseguimos ir contra a vontade delas e suportar a ira delas quando necessário? Se não for assim, perdemos a autoridade. É difícil respeitar um homem banana.

Tags: , ,

Traduzido por Josaías Jr | Reforma21.org | Original aqui

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.