Conselhos para jovens pastores

por Kevin DeYoung

Kevin DeYoung

Conselhos para estudantes de teologia e de jovens pastores

Vinte coisas que eu gostaria de saber quando eu comecei o ministério (e ainda estou aprendendo):

1. Aproveite as oportunidades para ser ensinado por outros. Absorva o máximo de livros, palestras e palestrantes especiais nos seminários, porque logo você estará se colocando para fora tudo isso com poucas pessoas no ministério.

2. Tome cuidado ao fechar o seu coração para as pessoas.

3. Seja um pastor para toda a Igreja, não apenas parte dela (não ser apenas o campeão de um grupo).

4. Estabeleça suas prioridades na igreja bem cedo e de maneira clara. Eu sugiro: pregar, orar e pessoas.

5. Trabalhe duro para promover a comunhão espiritual profunda com seus melhores líderes (por exemplo, pessoal, presbíteros, diáconos).

6. Não tente fazer muito, muito cedo. Espere que a mudança ocorra de forma lenta. Sempre que possível, trabalhe para a mudança desejada pelo reforço positivo, ao invés de críticas.

7. Enquanto você não deve tentar mudar muito de imediato, se você é forçado a fazer uma mudança difícil, ou tomar uma postura mais firme, faça-o decisivamente.

8. Espere que pessoas saiam da igreja quando você chegar. Seja gentil quando o fizerem. Acompanhe, pergunte por que eles estão saindo, ore por elas, em seguida, siga em frente. Não deixe que algumas pessoas, no sentido contrário, determinem os planos para o resto da igreja.

9. Ser pessoal, em vez de acadêmico. A conversa geralmente é melhor do que um papel.

10. Cuidado com a tecnologia: desperdício de tempo nos pontos de energia, desperdiçando horas de distância no Facebook, ficando atolado em e-mails, fazendo todas as suas comunicações por e-mail pastoral, em vez de telefonemas ou visitas pessoais.

11. Se você é bom na administração, não foque muito nisso. Se você é ruim, tenha alguém para ajudá-lo imediatamente.

12. Planeje dias de oração.

13. Aprenda a pensar em 5 anos, 1 ano, 6 meses, e incrementos de 1 mês. Quando você começa em uma igreja que você vai sentir que está três meses atrasado com relação a todos os outros, você precisa estar seis meses à frente.

14. Guarda o seu dia de folga e não deixe que o trabalho influencie em suas noites em casa. Você vai ser infeliz e ineficaz se a sua vida tornar-se um mingau.

15. Gaste mais tempo para conhecer seu povo e menos tempo tentando descobrir a cultura de sua cidade.

16. Lembre-se: você não é a única pessoa especial na igreja. Não fique ofendido se você não for convidado para um casamento ou pedirem que um outro cara para faça o batismo. É bobagem se sentir ameaçado quando os fiéis são mais próximos com outro membro da equipe ou líder leigo do que eles são com você.

17. Não ministre apenas para manter as pessoas felizes. Não seja o pastor que faz todo o aconselhamento, todo o ensino, e todas as orações porque “isso é o que as pessoas esperam” e “não quero decepcioná-los.” Você vai se queimar, abafar os dons dos outros, e manter a sua igreja menor do que precisa ser.

18. Não compare. Há dezenas de fatores que fazem uma igreja bem sucedida. Muitos deles estão fora de seu controle, notadamente, a soberania de Deus.

19. A maturidade cristã implica mais do que perspicácia teológica. Não pense que colocar a galera para ler Bavinck dará mais frutos, os fará fiéis, e líderes eficazes. Poderia acontecer, mas longe de ser certeza..

20. Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes. Ore isto em sua alma, antes e após cada sermão.

Tradução: Rafael Bello | iprodigo.com | original aqui

Tags: , , ,

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.