É possível errar a vontade de Deus para sua vida?

por Stephen Altrogge

Stephen Altrogge
Stephen Altrogge

Tomar decisões pode ser uma experiência paralisante.

Digamos, por exemplo, que você recebeu uma proposta de emprego em outra cidade. Você deveria aceitar? Bem, depende. Como são as escolas naquela região? Como é o trânsito? Existem usinas de energia nuclear por perto? O aumento de salário vale pelo custo emocional de fazer a sua família se mudar? Você será obrigado a torcer pelo Botafogo? Todos esses fatores podem tornar a decisão muito difícil de ser tomada.

E se jogarmos a questão da vontade de Deus no meio? É realmente a vontade de Deus que você se mude? Pode parecer que seja a vontade de Deus, mas talvez não seja. E se você cometer um terrível engano e errar a vontade de Deus? Será que você vai acabar em algum tipo de purgatório situacional porque, acidentalmente, errou a vontade de Deus?

O medo de errar a vontade de Deus é o suficiente para paralisar qualquer cristão. Mas a questão é: é possível que um cristão erre a vontade de Deus para sua vida? Será que é possível passar a sua vida inteira longe dos bons planos de Deus para você?

Parece que a Bíblia ensina que sim, você pode errar a vontade de Deus. Mas ela também ensina que não, você não é capaz de errar a vontade de Deus.

Você pode errar a vontade de Deus se…

O caminho para errar a vontade de Deus é muito simples: ignore a Bíblia. Na Bíblia, Deus já nos disse exatamente o que devemos fazer quando se trata de tomar decisões. Primeiro, devemos determinar se a nossa decisão vai contra algo claramente proibido na Bíblia. Ela é clara ao dizer que a comunhão com outros crentes é necessária para o nosso crescimento cristão. Se aceitar um emprego vai te isolar da comunhão, não é a vontade de Deus que você aceite esse emprego.

Em segundo lugar, devemos pedir a Deus que nos dê mais sabedoria. Tiago 1.5-6 diz:

Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida. Peça-a, porém, com fé, sem duvida.

Receber sabedoria de Deus não é uma experiência mística e super espiritual. Significa pedir a Deus que nos ajude a pensar claramente, biblicamente, sobre a questão à nossa frente. Quando pedimos por sabedoria, devemos acreditar que Deus nos dará. Deus não está tentando esconder sua boa vontade de nós. Ele quer nos ajudar a entender a forma correta de caminhar.

[tweet link=”http://iprodigo.com/?p=6274″]Receber sabedoria de Deus não é uma experiência mística, espiritual. É pedir a Deus que nos ajude a pensar biblicamente[/tweet]

Em terceiro lugar, devemos pedir a opinião dos outros. Provérbios 15.22 diz “Os planos fracassam por falta de conselho, mas são bem-sucedidos quando há muitos conselheiros”. Isso é gloriosamente simples. Descobrir a vontade de Deus para sua vida é tão simples quando pedir a opinião de outros cristãos piedosos. Apresente-lhes a situação e deixe que Deus fale a você por meio dos conselhos que receberá.

Você não pode errar a vontade de Deus se…

Se nos atentarmos ao conselho da Escritura, não erraremos a vontade de Deus. Ele não está escondendo a sua vontade de nós, nem tentando nos levar a tomar decisões ruins. Se avaliarmos nossas decisões pela Escritura, pedirmos por sabedoria e procurarmos nos aconselhar, estaremos fazendo o que Deus requer de nós. Ele promete nos guiar através desse processo.

Não precisamos buscar um sentimento subjetivo, místico, espiritual, quando se trata de tomar decisões. Não me entenda mal, às vezes Deus nos dá paz a respeito de uma decisão, e isso é uma bênção. Mas não é sempre assim. Às vezes nós não nos sentiremos de uma forma ou de outra sobre uma decisão. Em geral, sentimentos são parâmetros muito ruins para a verdade. Um sentimento de paz pode vir de Deus, mas também de um grande número de outras coisas, como uma taça de vinho ou um bom cochilo. Além disso, o que constitui, exatamente, o sentimento “certo” quando se trata de uma decisão. Paz? Talvez alegria? Ou sensação de certeza?

A Bíblia não dos diz como devemos nos sentir sobre nossas decisões. Ao invés disso, ela nos diz como tomar decisões bíblicas e que honrem a Deus. Então, se você tem alguma grande decisão para tomar, não se apavore. Pelo contrário, vá à Palavra, peça por sabedoria e envolva outras pessoas.

Traduzido por Filipe Schulz | iPródigo.com | Original aqui

Tags: , ,

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.