iPródigo na Fiel – Dia 4

Fala galera! Chegamos ao último dia de cobertura da Fiel. Amanhã ainda tem palestra, mas sairemos cedo para voltar a Brasília. Orem pelo nosso retorno e aproveitem os resumos e vídeos de hoje.

Apenas algumas palavras antes: foi muito bom estar aqui e recomendamos muito que você se inscreva no próximo ano. O pessoal da Fiel é muito legal e prestativo – verdadeiros servos. Vivemos momentos maravilhosos com Deus e com os funcionários e voluntários da conferência. E somos muito gratos ao nosso Senhor e à galera da Fiel.

Agradecemos também aos preletores, pastores e amigos que participaram conosco de gravações (vocês verão muito deles a partir da próxima semana) e de projetos futuros. Obrigado Mauro, Juan, Silas, Sacha, Héber Jr, Franklin, Thabiti, Rubner, Daniel, Diego, Rosther, Júlio, Rick, entre outros =) Queremos revê-los em 2011!

Falando em 2011, veja o convite especial de um dos preletores da próxima conferência. E, depois, saiba mais sobre os projetos missionários da Fiel. E depois dos resumos, tem uma prévia do que vem por aí no iPródigo :)

Joel Beeke

Baseado no Salmo 101. 1-3 e Josué 24. 14, 15 Joel Beeke falou sobre a importância do culto no lar. Além de falar da importância, o Dr. Beeke expôs como o culto familiar era saudável na família puritana. Sabendo que a utilidade na igreja está aliada à piedade no lar, ele desenvolveu 2 princípios pelos quais a adoração no lar deve ser feita. Esses princípios são:

1. Liderança Fiel

Pureza na família significa continuidade da mensagem do evangelho. Portanto é dever do pai ser disciplinado no evangelho e não desanimar nunca, pois é a partir disso que a família pode permanecer fiel, com a graça de Deus.

2. Devocional familiar no lar

Uma família sem oração é como uma casa sem telhado, exposta a trovões e toda sorte de coisas vindas dos céus. E não há desculpas para falta de tempo, pois Josué tinha que liderar uma nação inteira, mas meditava na lei do Senhor dia e noite. É necessário ser planejado e intencional. Fazer o culto devocional no lar também leva a família à união e é motivo de gratidão, pois pode envolver a família e outros para que possam experimentar da glória de Deus diariamente. Famílias que não realizam o culto familiar podem ceder a pecados, pois a unidade na pureza do culto gera zelo e amor a Senhor. O que preserva o coração da impureza moral.

Steven Lawson

Calvino foi o pregador de Genebra. Ele foi o fiel pastor de uma igreja local por 25 anos. Foi certamente um ótimo comentarista bíblico e teólogo, mas primeiramente ele foi um pregador. Esteven Lawson apresentou a forma como Calvino pregava em Genebra. Beza, discípulo de Calvino, disse que cada palavra dele pesava um quilo. Essa seriedade com a pregação da Palavra levou Calvino a desenvolver uma forma de pregação que fosse bíblica, consciente e fiel.

Em seu livro, Lawson apresenta mais de trinta características da pregação expositiva de Calvino, mas em sua palestra, focou em dez características principais. São elas: Conteúdo bíblico (Sola Escritura), Exposição seqüencial, Ir direto ao ponto, Pregação extemporânea, Profundidade exegética, Linguagem simples, Tom pastoral, Confrontação polêmica, Paixão evangelística, Uma conclusão centralizada em Deus.

Thabiti Anyabwile

Thabiti AnyabwileVocê conhece o termo “obsoleto planejado”? Uma idéia da indústria. Eles produzem um produto que será obsoleto em um ano. É por isso que eu me recuso a me associar a esse circo da tecnologia. Eles pegam meu dinheiro e criam algo que me fará sentir mal. Mas as pessoas que fabricam computadores e aparelhos musicais não foram os primeiros que planejaram os produtos obsoletos. Vemos essa idéia nas páginas da Bíblia. Encontramos essa idéia no assunto das alianças de Deus conosco. Deus instala o software 1.0. E depois cria a versão 2.0 em Cristo.

Hebreus 8 – Como cristãos, temos um mediador, que traz um pacto melhor, estabelecido com promessas melhores.

Jesus tem um ministério perpétuo, ao lado da majestade, intercedendo por nós. Que conforto! Quantos de nós nunca lutou contra a insegurança perante de Deus. Quantos de nós não nos entristecemos com nossos pecados? Quantos de nós não estamos cansados do peso do pecado? Mas nós temos um advogado perante o pai, que derramou seu sangue a favor de pecadores, para que possamos olhar para o céu e encontrar, assentado à direita do Pai, o Sumo Sacerdote que intercede por nós, cuja justiça é imputada a nós através da fé nele.

Jesus é o mediador de uma aliança superior. E se o ministério de Jesus é tão melhor, por que se agarrar o que é antigo e pior? Me surpreende que tantas vezes em nossa vida cristã, mesmo não sendo judeus fazendo sacrifícios no templo, nos baseamos em outros tipos de sacrifícios. Achamos que nossos sacrifícios agradam a Deus. Nossos olhos saíram de Cristo e focaram nas coisas terrenas, nós mesmos e  nossas ações, ao invés da perfeita oferta de Jesus Cristo, o perfeito sacerdote.

Há 4 promessas que garantem que a nova aliança é superior:

– A lei é escrita em nosso coração. Na antiga aliança, Deus escreveu a lei nas tábuas guardadas na arca. Mas agora na nova aliança, o coração humano se torna a arca da aliança.

– Deus promete se unir a nós. Esse relacionamento não é simplesmente um contrato legal, é a promessa de um relacionamento amoroso. Há um novo casamento.  Agora temos os votos de uma nova aliança: “Eu serei o seus Deus, e eles serão o meu povo”.

– Comunhão imediata com Deus. Essa nova aliança ocorre entre Deus e o crente sem ninguém entre nós exceto Cristo. As promessas de que nós o conheceremos, do menor ao maior, não é uma questão de ser grande perante o mundo.

– O remover do pecado. Como poderíamos comungar com Deus sem ter nossos pecados removidos? Não podemos. Deus é um fogo consumidor e sua justiça nos consumiria. Mas ele diz que será misericordioso com nossa maldade e não mais se lembrará de nossos pecados. Deus promete se lembrar de esquecer nossos pecados. Que conforto para pessoas que merecem a ira e o inferno.

Se já aceitamos a Jesus como ele se oferece no Evangelho, devemos desfrutá-lo. Você esta desfrutando Cristo? Foi pra isso que ele te salvou. Provai e vede que o Senhor é bom.

Tags: , , , , ,

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.