Lendo o jornal com Habacuque

por Erik Raymond

Estou pregando no livro de Habacuque, e isso tem sido muito instrutivo para mim. Uma área de muito encorajamento tem sido a relação entre os eventos correntes e o plano redentivo de Deus. Penso que isso pode ser particularmente útil quando pensamos nos eventos dos dias de hoje.

Se você não está familiarizado com o livro, deixe-me te ajudar. Israel está em uma posição complicada no Século 7 a.C. A Assíria havia lhe dado alguns chutes, deportando muitos dos seus e dominando quem restou. Por conta da rebelião do povo contra a Palavra de Deus, eles estão sofrendo sob o domínio sufocante de uma nação pagã. Habacuque olha ao redor e vê as coisas piorando, ao invés de melhorarem. Ele clama a Deus no capítulo 1, declarando que está fatigado e um tanto frustrado com o que ele vê. Ele quer respostas, tanto quanto quer salvação.

Deus responde, mas não da forma que Habacuque esperava ou mesmo desejava. Deus diz que irá lidar com os assírios e a comunidade rebelde do pacto quando trouxer os babilônios. E aí as coisas iriam ficar muito, mas muito, piores.

Por meio disso tudo, entretanto, Habacuque aprende uma lição muito importante: Deus tem um plano absoluto, um ponto final, tanto para as nações quanto para o seu povo. Pegando emprestado o título do excelente livro de Jim Hamilton, Deus irá trazer “Salvação por meio de Julgamento”. O povo de Deus será salvo. Os inimigos de Deus serão julgados. Mas essa salvação não será fácil, mas dolorosa e por meio de perseguição.

Habacuque deve “esperar” e “vigiar” (Habacuque 2.1-4). Isso é o que significa viver por fé (Hb 2.4). Devemos confiar em Deus porque entendemos que ele tem um plano.

Isso é de importância tremenda para nós, em nosso constante ciclo de 24h de notícias diárias. Parece que hoje temos cada vez mais oportunidade para perder a cabeça com os eventos mundiais. Alguns cristãos parecem especialmente propensos a tentar interpretar cada manchete como profecia bíblica. Geração após geração tenta colocar o jornal ao lado da Bíblia para ver como eles se alinham. Isso é, muitas vezes, uma tarefa ingrata, porque não pensamos no plano abrangente de Deus e nos baseamos no que já sabemos com certeza. Pelo contrário, muitos se baseiam nas incertezas e se veem assustados, cansados e frustrados.

Aqui está uma forma melhor de olhar para essas coisas. Leia o jornal como Habacuque.

1) Entenda que Deus é santo (Habacuque 2.20). Somos lembrados que Deus está em seu templo e que devemos nos calar diante dele. Ele está no controle absoluto. Enquanto o ar da terra é poluído pelo pecado, Deus está imerso em sua santidade em seu templo. Não estamos lidando com deuses obscuros criados por homens; o Senhor Deus reina!

2) Lembre-se que Deus está comprometido com sua santidade. O ponto final irá demonstrar a santidade de Deus. Ele irá vingar seu perfeito padrão ao julgar aqueles que falham ao cumpri-lo. Ele irá encher a terra com o conhecimento da sua glória! (Habacuque 2.14). Isso significa que a terra será cheia de seu conhecimento e sua presença. Sua santidade irá inundar a terra.

3) Relembre a promessa de Deus de julgar seus inimigos (Habacuque 2). Deus promete não tolerar a rebelião pecaminosa, mas julgá-la. Ele irá retribuir. Com vários “ais”, Deus mostra que a iniquidade está sendo observada e será punida. Se lembrar do julgamento de Deus irá revigorar suas orações. Você começará a orar como Habacuque no capítulo 3, quando ele reflete sobre o julgamento iminente. Imagine como seria se você lesse o jornal e orasse à luz da confiança no bom e justo juízo iminente de Deus.

4) Relembre a obra salvífica de Deus. Na oração de Habacuque no capítulo 3, ele se lembra de como Deus trouxe salvação por meio do juízo. Seja no êxodo, na conquista de Canaã, no triunfo de Gideão ou outras obras poderosas, ele se lembra que Deus “sai em socorro do teu povo, para salvamento dos teus ungidos. Despedaças o líder do povo ímpio, descobrindo-lhe por completo os fundamentos” (Hb 3.13). Nós cristãos vemos o auge da realização dessa salvação quando o próprio Cristo foi crucificado por nós. Ele foi esmagado e julgado para alcançar a salvação de seu povo (Romanos 8.32; Gálatas 2.20). Se lembrar da obra de salvação de Deus trará refrigério para sua alma. Faça isso diariamente.

5) Alegre-se no Senhor (Hb 3.18). Habacuque entende que, se ele irá viver pela fé, ele irá confiar em Deus mesmo quando as coisas não fazem sentido. Esse alegrar-se significa que ele tem uma confiança firme no caráter de Deus. Sua alegria e contentamento não está ligado às circunstâncias (ou manchetes) instáveis, mas no caráter imutável de Deus! Ele tem o privilégio de se regozijar no Deus de sua salvação; o Senhor Deus é sua força!

Assim, leia o jornal, mas não o faça com amnésia. Leia sabendo que Deus está trabalhando. Leia o jornal com seu avô Habacuque. Ele te lembra do que está realmente acontecendo.

Tags: , , ,

Traduzido por Filipe Schulz | Reforma21.org | Original aqui

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.