O fim está próximo? Os falsos ensinamentos de Harold Camping

por Albert Mohler Jr.

Albert Mohler
Albert Mohler

Harold Camping está alardeando pelo mundo inteiro que o Dia do Julgamento começará por volta de 18h do próximo Sábado, dia 21 de Maio de 2011. O fundador da Family Radio, 89 anos, já fez anúncios assim antes, sendo o mais recente de 1994. Agora ele está dizendo que houve erros nos cálculos, mas agora ele tem certeza absoluta que eles estão corretos. Vocês foram avisados.

Na verdade, milhões de pessoas nos Estados Unidos foram avisados, através dos programas de Radio de Camping e pelos mais de 1200 outdoors que o seu ministério espalhou por toda a nação. E, de acordo com informações da imprensa, a Family Radio também espalhou mais de 2000 outdoors em outros países também.

Camping não é alheio a controvérsias, mas essa chamou atenção nacional e internacional. Ele estava errado antes, mas agora ele tem certeza absoluta que está certo. Como ele mesmo disse à revista New York:

Deus deu muitas informações na Bíblia sobre isso, e tantas provas, e tantos sinais, que sabemos indiscutivelmente que isso vai acontecer. Não há nada na Bíblia que Deus não tenha profetizado – o que há é muitas coisas que Ele profetizou que aconteceriam e que sempre aconteceram – mas não há nada na Bíblia que chegue perto da quantidade de informações a respeito da tremenda verdade que é o fim do mundo. Eu estaria em absoluta rebelião contra Deus se eu pensasse em qualquer outra coisa além de que isso vai acontecer sem sombra de dúvidas.

placa
Um dos outdoors de Harold Camping aqui no Brasil

Se você conhece a Bíblia e essa afirmação soou estranha, você não está sozinho. Harold Camping acredita que Deus revelou a ele as datas exatas dos eventos Bíblicos e a linha temporal do julgamento. Ele diz que Deus revelou algumas “provas irrefutáveis” que o permitiram determinar uma “indiscutível” linha do tempo que termina no dia 21 de Maio, próximo Sábado.

Como Michael S. Rosenwald do Washigton Post explica, Camping “afirma ter chegado à precisa data de 21 de Maio através de um cálculos matemáticos que provavelmente sobrecarregariam os computadores do Google”. Mais ainda, a fórmula matemática de Camping “envolve, entre outras coisas, as datas de algumas catástrofes, alguns números especiais da Bíblia, multiplicação, adição e subtração das mesmas”. Como muitos notaram, isso só parece fazer sentido para Harold Camping.

Apesar disso, de uma forma estranha, isso parece apenas servir para afirmar os ensinamentos de Camping. Em seu website, ele afirma:

Entretanto, somente a partir de alguns anos atrás o conhecimento correto de toda a progressão temporal da história foi revelada aos verdadeiros crentes pelo Deus da Bíblia. Essa progressão se extende até o fim dos tempos. Durante esses últimos anos, Deus tem revelado uma grande quantidade de verdades, que estavam completamente escondidas na Bíblia até esse tempo em que estamos tão perto do fim do mundo.

Esses “verdadeiros crentes” seriam Harold Camping e seus seguidores. Os outros, mesmo os crentes tradicionais e confessos, estarão em apuros no próximo Sábado, ele afirma.

A igreja cristã já viu esse tipo de falso ensino antes. William Miller e seus seguidores adventistas (conhecidos, claro, com Milleristas) acreditavam que Cristo retornaria no dia 21 de Março de 1844. Nos anos 70, muitos pregadores e escritores cristãos previram que Cristo retornaria em muitas datas já passadas. Tudo isso foi embaraçoso o suficiente, mas agora precisamos lidar com os ensinamentos de Harold Camping. Dada a controvérsia pública, muitas pessoas estão se perguntando como os cristãos deveriam pensar sobre essas afirmações.

Primeiro, Cristo exortou especificamente seus discipulos para não afirmarem possuir tal conhecimento. Em Atos 1.7, Jesus disse “Não lhes compete saber os tempos ou as datas que o Pai estabeleceu pela sua própria autoridade”. Em Mateus 24.36, Cristo ensinou de forma semelhante: “Quanto ao dia e à hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho senão somente o Pai”.

Harold Camping
Harold Camping

Para deixar tudo às claras, esses dois versos proíbem explicitamente que cristãos afirmem conhecer tais datas e tempos. Jesus ensinou claramente que o Pai não revelou tais datas e tempos, mas guardou esse conhecimento para si. É um ato de incrível presunção afirmar que um ser humano conheça tal data, ou tenha determinado os planos de Deus de qualquer forma que seja.

Segundo, a Bíblia não contém códigos secretos que possamos achar e decifrar. A Bíblia nos foi dada para que possamos conhecer a verdade, e a verdade é claramente revelada em suas páginas. Não devemos procurar por padrões escondidos nas palavras, números, datas, ou qualquer outra coisa. A mensagem da Bíblia é direta, e não requer qualquer tipo de computação matemática para ser entendida. A afirmação de que alguém encontrou um código ou sistema escondido na Bíblia é um insulto para a Bíblia como Palavra de Deus.

Terceiro, os cristãos devem, de fato, aguardar o retorno de Cristo, e devem procurar serem achados fiéis quando Cristo vier. Não devemos traçar uma linha na história e definir uma data, mas devemos nos preocupar com os negócios do Pai, compartilhando o Evangelho e vivendo vidas cristãs piedosas. Não devemos nos sentar nos telhados como os Milleristas, aguardando o retorno de Cristo. Estamos muito ocupados fazendo o que Cristo nos ordenou que fizéssemos.

Em Hebreus 9.28, somos ensinados que Cristo virá uma segunda vez “para trazer salvação aos que o aguardam”. Essa é a resposta cristã verdadeira para os ensinamentos do Novo Testamento sobre a volta de Cristo. A igreja não deve apontar datas de forma arrogante, mas aguardar ansiosamente por Ele. Disso nós podemos ter certeza absoluta.

[tweet link=”http://iprodigo.com/?p=5340″]A igreja não deve apontar datas de forma arrogante, mas aguardar ansiosamente por Ele.[/tweet]

Traduzido por Filipe Schulz | iPródigo.com | Original aqui

Tags: , , , ,

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.