Parabenizando a Planned Parenthood

por Carl Trueman

A divulgação de um vídeo onde a Dra. Deborah Nucatola, diretora sênior do departamento de serviços médicos da Planned Parenthood, supostamente fala sobre como extrair partes do corpo de crianças abortadas para fins comerciais é chocante, mas não deveria chocar. De fato, se você está chocado, pergunte a si mesmo o porquê. A verdade é que esse vídeo representa, em miniatura, a essência de grande parte da cultura moderna.

Em primeiro lugar, é a consequência lógica da noção caótica do ego que agora governa o Ocidente. Se o ego é uma identidade psicológica autodeterminada, então aqueles que não se autodeterminam não são pessoas até que o façam. Peter Singer apenas deu uma forma filosófica sistemática ao que muitas pessoas pensam sem perceber. Assim, se você chama Bruce Jenner de ‘Caitlyn’, você não tem o direito de ficar chocado.

Segundo, é a consequência lógica de negar a personalidade da criança que ainda não nasceu e afirmar que ela é simplesmente parte do corpo da mãe. Sob essa ótica, extrair partes do corpo para fins comerciais não é mais estranho que vender o cabelo para um fabricante de perucas. Se você costuma falar sobre fetos, não sobre crianças que ainda não nasceram, você não tem o direito de ficar chocado.

Terceiro, é a consequência lógica da soberania individual sobre nossos próprios corpos. Se você acredita que tem o direito de fazer o que você quiser, sexualmente ou em outros aspectos, com o seu corpo, então você não tem o direito de ficar chocado.

Quarto, é a consequência lógica da comercialização do corpo. Se você assiste pornografia ou pensa que a prostituição deveria ser legalizada, então você não tem base para afirmar que o aspecto comercial dessa ação é desagradável ou moralmente questionável. Você não tem o direito de ficar chocado.

Quinto, é a consequência lógica do mundo terapêutico que fez dos mestres das técnicas médicas os filósofos morais da nossa sociedade, e onde a verdade é identificada com ser curado, seja de um mal físico ou psicológico. Se algo pode ser feito e se ajuda alguém em algum lugar, então não apenas pode ser feito – deve ser feito e ser contrário é imoral. Se você pensa que a pesquisa médica está acima de qualquer coisa, você não tem o direito de ficar chocado.

De fato, a Planned Parenthood não deveria ser condenada. Na verdade, deveria ser parabenizada por resumir tão perfeitamente o espírito de nossa era.

Tags: , ,

Traduzido por Filipe Schulz | Reforma21.org | Original aqui

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.