Pornografia: “tudo o que há no mundo”

por Jared C. Wilson

por Jared C. Wilson

O que faz a pornografia tão poderosa? Como ela se torna uma tempestade perfeita do apelo pecaminoso? Acredito que isso acontece porque ela combina os três sinais de mundanismo, que João chama de “tudo o que há no mundo”.

1 João 2.16: Pois tudo o que há no mundo — a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens — não provém do Pai, mas do mundo.

Essa é a mesma tentação em três atos que Eva achou tão irresistível (em Gênesis 3.6)

A cobiça da carne

“E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer…”

A cobiça dos olhos

“e agradável aos olhos…”

Ostentação dos bens

“e árvore desejável para dar entendimento, tomou do seu fruto, e comeu…”

A pornografia contém o DNA original da tentação:

A cobiça da carne

Não é óbvio que o desejo sexual surge e pede por satisfação?

A cobiça dos olhos

A pornografia lança suas garras no coração por meio do apelo visual.

Ostentação dos bens

O atraso espiritual que a pornografia produz é complexo. Por ela exaltar a autogratificação, seu uso é um ato de orgulho. Por ela exigir mais e mais dela para satisfazer, como uma droga promete uma viagem, ela encoraja a acumulação. Uma foto ou uma cena é o bastante no começo. Quanto mais tempo com pornografia, mais fotos e cenas são necessárias para alcançar a gratificação. E há um fator “conhecimento secreto”, especialmente para os homens, o sentimento de voyeurismo, uma exaltação solitária por algo ilícito (como Gollum em sua caverna com seu presente de aniversário, simultaneamente celebração e corrupção, deleite e degradação), uma aquisição de estima, de poder. Mas é apenas um truque.

Esses são os três ganchos que prendem.

Mas, existem boas notícias para aqueles os que estão presos na teia de tudo o que há no mundo! Jesus também foi tentado como nós somos, ele foi perfeitamente obediente (Mateus 4.1-11). Ele resistiu à essa mesma tentação.

A cobiça da carne

E, chegando-se a ele o tentador, disse: Se tu és o Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem em pães.

Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus. (4.3-4)

A cobiça dos olhos

Novamente o transportou o diabo a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles.

E disse-lhe: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares.

Então disse-lhe Jesus: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás. (4.8-10)

Ostentação dos bens

Então o diabo o transportou à cidade santa, e colocou-o sobre o pináculo do templo,

E disse-lhe: Se tu és o Filho de Deus, lança-te de aqui abaixo; porque está escrito: Que aos seus anjos dará ordens a teu respeito, E tomar-te-ão nas mãos, Para que nunca tropeces em alguma pedra.

Disse-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus. (4.6,7)

Na verdade, essas duas últimas podem ser intercaladas. A oferta do reino é uma oferta de posses e a oferta de manipular a deidade de uma maneira espetaculosa e ter um exército de anjos às ordens é tanto amor à aparência de glória como é orgulho.

Porém, a questão é que Jesus venceu o pecado original e, portanto, “tudo o que há no mundo”. E ele pode te perdoar e te redimir da pornografia. Você sabe pela experiência que a pornografia não cumpre o que promete; agarre-se ao Evangelho confiando que Jesus sim.

Traduzido por Josaías Jr | iPródigo | Original aqui

Tags: , , ,

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.