Que carta você escreveria para um filho gay?

por David Murray

David Murray
David Murray

Cinco anos atrás, um usuário do site Reddit “saiu do armário” para seu pai.  Pouco depois, seu pai o deserdou em uma carta escrita a mão que ele compartilhou com o mundo na quinta-feira, adicionando o comentário: “É com isso que o ódio se parece”.

 James:

Essa é uma carta difícil mas necessária de escrever.

Espero que seu telefonema não tenha sido para receber minha benção pelo seu estilo de vida degradante. Tenho amáveis lembranças de nossos momentos juntos, mas isto é tudo passado.

Não espere mais qualquer conversa comigo.
Absolutamente nenhum contato.

Eu não vou visitá-lo, nem quero você na minha casa.

Você fez sua escolha, embora esteja errado. Deus não planejou esse estilo de vida antinatural.

Se você escolher não ir ao meu funeral, meus amigos e família vão entender.

Tenha um bom aniversário e boa vida.

Trocas de presentes não serão aceitas.

Adeus, pai.

Embora ache difícil de acreditar que um verdadeiro cristão escreveria uma carta dessas, elaborei uma carta que espero que um pai cristão escreva (embora tenha certeza que de todos nós esperamos nunca ter que escrever algo deste tipo).

Meu querido James,

Eu preferiria dizer isso homem a homem e cara a cara, e espero ter a chance de fazê-lo em breve.  No entanto, para evitar mal-entendidos, e para garantir que você tenha algo por escrito para guardar e consultar, quero ter certeza de que você saiba uma coisa: Eu te amo, e eu sempre amarei. E não te odeio e nunca odiarei.

Nosso relacionamento provavelmente mudará um pouco por causa do estilo de vida que você escolheu, mas meu amor por você nunca irá mudar. Vou continuar a buscar o seu melhor, como sempre fiz. Na verdade, provavelmente, pela oração e outros meios práticos, vou buscar o seu bem como nunca fiz antes.

Talvez você tenha medo de que eu o rejeite e o tire da minha vida. Quero que você saiba que sempre será bem vindo à casa da nossa família. Escreva, mande e-mails, telefone regularmente. Eu certamente o farei. Sobretudo nós adoraríamos que você viesse para casa em aniversários e outras ocasiões especiais. Espero que possamos continuar pescando juntos e compartilhando outras áreas de nossas vidas.

Seu companheiro também pode visitar nossa casa com você, mas vamos ter que discutir certos limites. Por exemplo, não posso permitir que vocês compartilhem um quarto ou uma cama juntos quando estiverem aqui, e não vou permitir demonstrações abertas de afeto um pelo outro, especialmente em frente das crianças. Se você ficar com a gente, você vai participar das devocionais familiares, e se estiver conosco em um domingo, você irá à igreja conosco para ouvir o Evangelho.

Talvez não será fácil para você aceitar esses limites, mas por favor, tente entender que tenho um dever para com Deus de levar a minha casa de uma maneira que glorifica a Ele. O Salmo 101 me ordena a evitar o comportamento pecaminoso em minha casa. Embora esteja extremamente ansioso para preservar um relacionamento com você, estou especialmente preocupado que seus irmãos não sejam levados a pensar que o seu estilo de vida está de acordo com Deus ou conosco.

Sei que você não gosta de me ver chamando seu estilo de vida e práticas sexuais de pecado. No entanto, lembre-se de que sempre te disse que eu mesmo sou um grande pecador, mas tenho um Salvador ainda maior. Espero pelo dia em que você irá buscar esse grande Salvador para si. Ele pode nos deixar limpos como a neve branca. Ele também é capaz de nos livrar da escravidão dos nossos desejos e da condenação eterna.

Não vou lembrar o seu pecado e falar do Evangelho cada vez que nos encontrarmos, mas quero que você saiba que estou aqui bem na sua frente, e que estou disposto a falar com você sobre o Evangelho de Cristo a qualquer momento que desejar.

Espero que você não odeie esta mensagem. É com isso que o amor se parece.

Sempre serei seu pai. E você sempre será meu filho.

Assim como nunca vou parar de amar você, nunca vou parar de orar por você.

Com todo meu amor,

Pai (Sl 103.13).

Você diria algo de forma diferente? Acrescentaria alguma coisa?

Tags: ,

Traduzido por Débora Batista | Reforma21.org | Original aqui

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.