Retrospectiva 2013: melhores livros

por Equipe Reforma21

Concluindo nossas tradições de fim de ano, após listarmos as publicações mais populares do ano que passou, agora vamos à lista dos livros preferidos de 2013.

Para incrementar nossa lista de indicações, convidamos nosso amigo e frequente colaborador no Ref21, Pr. Emilio Garofalo, para compartilhar algumas de suas leituras também. Vale esclarecer que, na verdade, essa é uma lista de “leituras preferidas”, já que listamos livros de outros anos, não só os publicados em 2013. Além disso, não necessariamente são os melhores livros, mas aquelas leituras que destacaram por motivos específicos.

Um 2014 abençoado a todos!

Em Cristo,

Equipe Reforma21

Nossas leituras preferidas

Josaías Jr.

pensamentos-secretos_capaPensamentos Secretos de Uma Convertida Improvável, por Rosaria Champagne Butterfield – A autobiografia da professora secularista que se converteu ao cristianismo não é um testemunho c onvencional. É também muito mais que um panfleto relatando a vitória de Rosaria sobre o pecado do homossexualismo. A autora consegue escrever a história de sua vida sem apontar para si, mostrando como Deus chama quem ele quer, usa quem menos esperamos (sejamos crentes ou incrédulos) e transforma corações. O “descarrilhamento” que foi a conversão de Rosaria nos dá muito o que pensar sobre o testemunho da igreja, o coração de homens caídos e o papel de pastores piedosos.

capa-visao-crista_clarkUma Visão Cristã dos Homens e do Mundo, por Gordon H. Clark – Kant, Kelsen, Aquino, Spengler, Toynbee, Berkeley, Brunner, Hobbes, Bentham e muitos outros  (esses são só os que lembrei de cabeça) – ninguém sai ileso da destruidora avaliação desta obra. Mesmo aqueles que discordam de Clark podem fazer bom uso desse trabalho que pesa as opções intelectuais que o mundo secular oferece e as acha em falta. Uma boa introdução para quem deseja entender como funciona a mente do homem moderno.

Ficando-longe-do-fato-de-já-estar-meio-que-longe-de-tudoFicando longe do fato de já estar meio que longe de tudo, por David Foster Wallace – Essa seleção com alguns dos mais famosos artigos e ensaios do autor já foi mencionada em dois Prodcasts. Ainda assim, não vejo motivo para não indicar de novo e de novo.

 

 

ImpressãoAdoção, por Russell D. Moore – Esse livro já foi mencionado em uma lista anterior, mas só pude ler no ano que passou. Lançado há poucos anos, o trabalho de Moore já se tornou referência sobre o tema da adoção, tanto em relação à doutrina quanto em relação à prática dessa doutrina. Vale a pena entender como o fato de termos Deus como Pai se relaciona com a missão da igreja e das famílias cristãs. Esse não é um trabalho apenas para quem pensa em adotar ou já adotou, é uma obra necessária para pastores, professores e membros de igreja. Há muita desinformação em nosso meio e o livro de Russell Moore pode ajudar a sanar boa parte desses problemas.

Rise-of-the-Time-Lords-CoverThe Rise of the Time Lords: A Geek’s Guide to Christianity, por Michael Belote – Em diversos momentos, discordei das posições do autor desse livro. Além disso, temos visto tantas introduções ao cristianismo nos últimos anos que mais uma pareceria apenas isso: mais uma. Ainda assim, essa é uma das obras mais divertidas e interessantes que li. O autor, um geek declarado, usa Star Wars, Doctor Who, a teoria especial da relatividade de Einstein, mecânica quântica (entre outros assuntos) para conversar conosco sobre a doutrina bíblica. Mesmo que não aceitem bem alguns pontos de vista da obra (por exemplo, a posição do escritor sobre a predestinação está longe de calvinista), pastores e professores aproveitarão bastante essa obra como fonte de ilustrações e analogias para as doutrinas da Palavra de Deus – especialmente se eles forem nerds.

Emilio Garofalo

Dangerous-CallingDangerous Calling, por Paul Tripp – Um livro do qual todo cristão  tirará benefício, mas especialmente pastores e outros líderes. Tripp faz uma análise brutal de fatores escondidos em nosso coração no que diz respeito ao ministério. É um autoexame delicado e necessário.

 

 

Layout 1Packing for Mars, por Mary Roach – A autora conta a curiosa e intrigante história da exploração espacial. Com informações de bastidores e muito bem escrito, é um belo livro pra pensar em coisas de outro mundo.

 

 

todo-mundo-pensa_wadislauTodo mundo pensa, você também, por Wadislau Martins Gomes – Neste livro o pastor Wadislau com arte e profundidade nos leva a considerar o uso da mente e coração em toda a vida. Desafia, diverte e encoraja o leitor.

 

 

Death-by-Living-e1375235818221notes-from-the-tilt-a-whirl-614x950Death by living e Notes from the tilt-a-whirl, por N. D. Wilson – Estes dois livros escritos pelo biruta reformado Nathan Wilson são um deleite. Livros difíceis de descrever; são um exame da vida, do universo e de tudo o mais, com espanto, dor, maravilha e assombro. Tudo muito bem informado biblicamente.

 

Gilead-Photo-1Gilead, por Marylenne Robinson – Uma obra de ficção assombrosamente bela. O velho e moribundo pastor John Ames escreve seus pensamentos para se filho, ainda criança. Ele fala sobre todo tipo de coisa, e é bonito de doer e dá vontade de parar de ler pra não acabar nunca. Vale alertar que a teologia do pastor Ames não é 100% alinhada com CFW…

 

Moonwalking_with_einsteinMoonwalking with Einstein, por Joshua Foer – Um livro interessantíssimo sobre como o autor se envolveu no mundo dos campeonatos de memorização. Uma exploração divertida e profunda sobre como vemos e nos lembramos do mundo.

 

 

logoSpain: the inside story of la roja’s historic treble, por Graham Hunter – O excepcional jornalista Graham Hunter conta a história do recente sucesso da seleção espanhola nos âmbitos europeu e mundial.  Com histórias de bastidores, análise tática e muito amor esportivo, é imperdível aos amantes do esporte.

 

pensamentos-secretos_capaPensamentos Secretos de Uma Convertida Improvável, por Rosaria Champagne Butterfield – Essa impressionante história mostra Rosaria trilhando um caminho complicado do ateísmo beligerante para o cristianismo piedoso. Interessantíssimo para entender como pensamos, reagimos, e nos relacionamos. Recomendadíssimo!

Filipe Schulz

ConsiderandoTodasAsCoisasConsiderando todas as coisas, por G. K. Chesterton – Já disse certa vez que, todo ano que eu lesse alguma coisa de GKC, ele estaria na minha lista de indicações no fim do ano. Em ‘considerando…’, um livro de ensaios sobre, basicamente, ‘todas as coisas’, temos acesso a descrições perspicazes e reflexões distantes de qualquer lugar-comum sobre eventos do cotidiano, tradições e filosofias. E, como sempre, com muito bom humor.

9781433519284-piper-contending-for-our-all-pb-crossway-01Contending For Our All, por John Piper – Mais um título da coleção de biografias selecionadas por Piper, esse volume foca nos meus três personagens da história da igreja preferidos: Atanásio, John Owen e J. Gresham Machen. O foco do livro, e aquilo que une esses três homens, é a luta de cada um e as controvérsias em que se envolveram em suas épocas em prol da conservação do evangelho e seu correto entendimento. Mais do que simples biografias, o livro contém aplicações pertinentes a todos nós, baseadas nos ensinamentos e nos sacrifícios pessoais de cada um desses heróis da fé cristã.

Ficando-longe-do-fato-de-já-estar-meio-que-longe-de-tudoFicando longe do fato de já estar meio que longe de tudo, por David Foster Wallace – Já gravamos um prodcast inteiro sobre esse autor, um dos que eu mais li esse ano. Indico esse livro por ser uma boa introdução à sua obra. Ensaios sobre feiras agrícolas, férias em cruzeiros, um discurso de formatura e um ensaio sobre Roger Federer, entre outras coisas. Se o livro é antigo, DFW foi a maior descoberta literárias, para mim, de 2013.

2940016585864_p0_v1_s260x420Kingdom Come, por Sam Storms – Ler esse livro foi cumprir uma das resoluções de ano novo de um ano atrás: finalmente aprender algo sobre escatologia. Esse livro consiste de uma defesa da posição Amilenista, mas é também um estudo comparado, pois dedica boa parte do tempo para falar (e combater) o Pré-Milenismo (em especial a variante dispensacionalista) e expor (com alguma simpatia) o Pós-Milenismo. Um livro grande e denso, mas de leitura tranquila, não tende muito ao academicismo que poderia se esperar de um título assim, e serviu para me esclarecer bem o que consiste cada uma dessas visões.

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.