Seus olhos são bons? (1)

por Paul Washer

Por Paul Washer

“Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde ladrões escavam e roubam; mas ajuntai para vós outros tesouros no céu, onde traça nem ferrugem corrói, e onde ladrões não escavam, nem roubam; porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração. São os olhos a lâmpada do corpo. Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso; se, porém, os teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em trevas. Portanto, caso a luz que em ti há sejam trevas, que grandes trevas serão! Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de aborrecer-se de um e amar ao outro, ou se devotará a um e desprezará ao outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas.” Mateus 6:19-24

Esta é uma das passagens mais importantes na Bíblia no que diz respeito a prioridades e missões. De acordo com esta Escritura, os cristãos devem estar sempre alertas para não se desviarem das prioridades eternas. Duas escolhas sempre estão diante de nós. Uma escolha oferece recompensas imediatas que são temporais e enganosas. A outra é uma estrada estreita que pode nos custar tudo, mas as recompensas são eternas e estão além da capacidade de descrição até mesmo da Bíblia.

O Tesouro de Deus

Se nós soubéssemos o que é mais precioso para Deus, então nós saberíamos o que deve ser mais precioso para nós – o tesouro de Deus e o nosso deveriam ser o mesmo. Foi exatamente isso que fez a vida de Jesus tão diferente da vida de todos os outros homens. Ele estimava apenas o que o Seu Pai estimava. Que Deus nos dê a graça de fazer o mesmo.

Qual é o maior tesouro de Deus? Mesmo com uma leitura superficial da Bíblia podemos descobrir rapidamente que a prioridade de Deus é a Sua própria glória. Ele deseja que cada aspecto do Seu ser, Seus atributos e Suas obras sejam divulgadas e conhecidas por toda a criação e que todos adorem e honrem somente a Ele. Considere as seguintes passagens das Escrituras:

“Mas, desde o nascente do sol até ao poente, é grande entre as nações o meu nome;”
Malaquias 1:11

“Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome; venha o teu reino; faça-se a tua vontade, assim na terra como no céu;”
Mateus 6:9-10

O maior desejo e o maior tesouro de Deus é ver Seu Nome na mais alta estima entre as nações e entre todas as criaturas no céu e na terra. À primeira vista, pode parecer egoista, mas as primeiras impressões frequentemente são muito decepcionantes. No entanto, Deus buscar Sua glória acima de todas as coisas é a maior demonstração do Seu amor.

A profundidade do amor de alguém muitas vezes é demonstrada pelo preço elevado do presente que essa pessoa dá. Se alguém te der um galho ou um pedacinho de tijolo, isso não seria uma demonstração de amor impressionante. Você não correria pra avisar à mídia, nem juntaria seus amigos pra contar pra eles a respeito deste grande amor que foi demonstrado pra você. Não seria algo que você se lembraria por muito tempo, menos ainda, isso não seria algo que você guardaria no seu coração todos os dias da sua vida. Entretanto, se alguém deu a própria vida para que você pudesse viver, aí sim haveria tal reação. Seria uma história que mereceria a atenção da mídia, e seus amigos certamente iriam gostar de ouvir tudo sobre isso. Você estimaria tal ato altruísta de amor todos os dias da sua vida. Então, a medida do amor de alguém é frequentemente manifestada pela grandeza do presente dado por este alguém.

Agora precisamos fazer a nós mesmos uma pergunta: “qual é o maior presente que Deus poderia nos dar?”. Não é prosperidade, saúde nem mesmo o céu. Ele mesmo é o maior presente. A coisa mais amorosa que Deus pode fazer por Suas criaturas é trabalhar de uma forma tal para revelar ou demonstrar a completude de Sua glória para eles – tomar o centro do palco e chamar todas as criaturas para fixarem seus olhos e corações nele mesmo. Por isso mesmo, quando Deus faz o que Ele faz para sua própria glória, esta é a maior demonstração de Seu amor pela criatura.

O contrário disto é igualmente verdadeiro. As criaturas mais pobres e lamentáveis são aquelas que não conhecem Deus, aquelas que não têm conhecimento de Sua glória, e estão destituídas de Sua Verdade. As Escrituras declaram que Deus colocou a eterninade nos corações dos homens (Eclesiastes 3:11). Este aspecto infinito do coração só pode ser preenchido pelo infinito. O homem pode derramar em seu coração toda a fama, riqueza, poder e prazer que este mundo tem para oferecer, mas ele ainda assim continuará vazio. Eternidade não pode ser preenchida pelas coisas temporais, nem pode o infinito ser satisfeito pelo finito. O coração do homem foi feito para a medida completa da glória de Deus. Sem isso, o homem está desamparado, miserável e vazio.

Em resumo, o tesouro de Deus, seu maior desejo e propósito, é que Seu Nome seja grande entre as nações, é que seu nome seja santificado (grandemente estimado), que venha o Seu Reino, e que seja feita a Sua vontade! Porém, precisamos perguntar a nós mesmos, “É este nosso maior propósito e paixão?”

Nós ficamos acordados à noite e nos preocupamos com tantas coisas. Nós nos preocupamos e ficamos ansiosos com tantas coisas. Nós desejamos as coisas apaixonadamente, fanaticamente, até ao ponto da obsessão: casas e terras, empregos e promoções, fama e reputação, necessidades, e vontades, e outras incontáveis coisas. Mas quando foi a última vez que o sono fugiu de nós por causa da nossa preocupação com as nações que não ouviram falar? Quando foi a última vez que ficamos com o coração quebrado porque há lugares nesta terra onde o Nome de Deus não é santificado, Seu Reino avança tão lentamente, e Sua Vontade não é o principal nos corações dos homens? Nos nos gastamos e suamos por causa de tantas coisas, mas nós já gastamos algum pensamento pra saber o que é mais importante na mente de Deus?

(Continua na Parte 2.)

Traduzido por Daniel TC | iPródigo | Texto original aqui.

Tags: , , ,

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.