Trabalho de Deus; nosso trabalho

por Tim Keller

Tim Keller
Tim Keller

Seres humanos foram colocados no paraíso e receberam trabalho a fazer antes da queda, antes de haver qualquer coisa errada conosco ou com o mundo (Gn2.15.) Então, o trabalho, em si mesmo, não é uma maldição – mas algo que já fomos criados para fazer.

O trabalho humano significa ser parceiro de Deus em seu trabalho. O Espírito de Deus não é um simples salvador de almas, mas ele também sustenta, cultiva, e renova o mundo material em que ele se agrada (Sl 104.30; 145; 147). Portanto, Deus não manda ministros para o mundo simplesmente para pregar sermões, mas também médicos pra dar remédios, professores para dar sabedoria e conhecimento, e assim por diante. Fazer roupas, praticar a lei, cultivar o campo, operar pessoas machucadas, avançar na ciência ou criar crianças – Tudo isso faz parte do trabalho de Deus.

A visão de que um artista, ou um banqueiro estão “trabalhando secularmente” enquanto um pastor está fazendo o “trabalho espiritual” não se encaixa com o entendimento Bíblico. Deus também é um artista e um investidor no mundo material.

Deus nos fez criaturas interdependentes. Nós precisamos do trabalho dos outros para viver, e eles precisam do nosso trabalho também. Por exemplo, não sei como consertar meus sapatos. Então, eu sou dependente do sapateiro. Se eu pagar $100,00 a um sapateiro por um par de sapatos eu estarei fazendo um ótimo negócio. $100,00 valem meu tempo, pois eu não conseguiria fazer um sapato. Por outro lado, se eu fosse um fazendeiro, eu poderia fazer coisas que o sapateiro não consegue. Então, todo trabalho é serviço, de acordo com desígnio de Deus. Pelo trabalho, nós enriquecemos uns aos outros e nos ligamos cada vez mais.

Mas que trabalho nós deveríamos desempenhar? Muitas pessoas escolhem seus trabalhos com base no status – “qual trabalho me dará melhores recompensas culturais?” Outros escolhem o trabalho com base na auto-realização – “Qual trabalho me fará sentir bem comigo mesmo?” Mas nós não somos produto de nossas próprias escolhas, mas sim criados por Deus. O trabalho é um modo de Deus cuidar da criação e ser útil aos outros. E você tem certas habilidades e aptidões dadas por Deus para trabalhar. Porque somos criação de Deus realizada em Cristo Jesus para fazermos boas obras, as quais Deus preparou antes para nós as praticarmos (Ef 2.10). Então, nós precisamos descobrir nossas habilidades e aptidões e trabalhar de acordo com nossos dons.

Agora, como podemos fazer isso? Primeiro, considere as suas afinidades. Isto é um aspecto essencial para determinar seu chamado. “O que as pessoas precisam e que eu sou apaixonado?” Segundo, considere as suas habilidades. Este é o aspecto empírico para determinar o seu chamado. É fazendo a pergunta: “Que tipos de tarefas que eu sou bom?” Terceiro, considere suas oportunidades. Isto é o aspecto “providencial”  para determinar seu chamado. É fazendo a pergunta: “Quais portas tem-se aberto para mim? O que precisa ser feito?”

Finalmente,  descanse bastante na obra consumada de Cristo para sua salvação (Hb 4.1-10) a fim de evitar excesso de trabalho. Só então o trabalho deixará de ser um ídolo, ou um meio de auto-definição.  Só então você estará livre para trabalhar de acordo com seus dons, de acordo com os dons dos outros ao invés de trabalhar por uma pressão social. Só assim você poderá sair de vez em quando e tirar um descanso do seu trabalho.

Traduzido por Rafael Bello | iPródigo

Tags: , , ,

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.