Religião e Panque-roque

por Josaías Ribeiro Jr.

Josaías Jr. dando uma de turista

No ano passado, Deus me concedeu a bênção de visitar a Europa com minha família, realizando um projeto antigo de viajarmos juntos. Nos dias que passei em Portugal, aproveitei para realizar também algo que gostaria há algum tempo: gravar algum tipo de entrevista com Tiago Cavaco  (que apresentarei mais adiante).

Sem saber bem como iria gravar (já que não dava pra viajar com mesa de som e microfones), peguei a câmera do iPod e filmei, de forma amadora mesmo, essa entrevista. Tivemos uma ótima conversa, que durou quase uma hora, divididas em 4 partes, e que nós do iPródigo resolvemos chamar de PródcasTV.

Quem é Tiago Cavaco?

Tiago Cavaco | Fotografia de Tiago Ramos

Tiago é um jovem português, casado com a Rute e pai de quatro filhos. Conheci seus textos através do blog Voz do Deserto (em 2007) e a partir daí passei a acompanhar sua obra como pregador e roqueiro. Para fazer música ele usava o sobrenome Guillul (“cavaco” em hebraico) e fundou um selo, a Florcaveira, cujo slogan dá título a esse post: religião e panque-roque.

Tiago alcançou ótima resposta do público e da crítica portuguesa a partir de 2008 e repetiu o feito em 2010 com seu novo disco, V. Ao mesmo tempo, ele tem um chamado pastoral, abraça a teologia reformada e cuida de uma congregação baptista em Lisboa. Recentemente, ele abandonou o nome Guillul e deixou a Florcaveira, e nos vídeos (gravados antes desses anúncios), acredito que ele deixa transparecer alguns desses motivos. O artista anteriormente conhecido como Guillul tem importantes considerações sobre o Evangelho e a cultura.

Eu tinha muitas perguntas para lhe fazer há anos e finalmente tive a chance de obter respostas nessa pequena entrevista. Conversamos sobre a carreira e o ministério de Tiago, o Evangelho, relevância cultural, música (secular e/ou/versus religiosa) e missões em Portugal – um país que precisa de Cristo.  Peço desculpa pela falta de profissionalismo do material. Tentei torná-lo mais interessante na edição, mas não sei se resolveu (além disso, não dá pra apagar os momentos em que meu dedão entra em cena). Sei que a “barreira da língua” pode dificultar, mas sugiro que você faça um esforço e conheça um pouco desse irmão em Cristo, de seu trabalho e desse país tão interessante que é Portugal.

Na 1ª parte falamos sobre o próprio Tiago, sua música, a Florcaveira e a resposta da mídia.

Na 2ª parte conversamos sobre relevância cultural, música secular e religiosa.

Na 3ª parte falamos sobre o Evangelho e a vida ao pé da cruz.

Finalizamos conversando na 4ª parte sobre a igreja e o Evangelho, o secularismo e o catolicismo em Portugal.

Créditos: Foto do post na página inicial: Rita Carmo; Foto do primeiro vídeo: ionline; foto do segundo vídeo: não descobri; foto do terceiro vídeo: arquivo pessoal do Tiago; foto do quarto vídeo: Tiago Ramos

Tags: , , , , , , ,

Produzido pela Equipe Reforma21.org | Assine o Pródcast

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.