Cosmovisão: Todos os posts

Como (não) ser secular: Respondendo ao novo milênio

vvgvlh1d10u-slava-bowman

James K. A. Smith, professor no Calvin College, argumenta contra o secularismo, enfatizando a presença contínua de espiritualidade, e afirma que uma explicação secularista da humanidade não explica comportamentos motivados por espiritualidade.

Leia mais »

Vergonha, medo, culpa

shame

Eu já ouvi que existem três tipos de cultura no mundo, cada uma definida por sua cosmovisão predominante. Há culturas de vergonha, culturas de medo e culturas de culpa, e cada uma delas tem sua própria forma de pressionar pessoas a se comportar ou conformar à sociedade.

Leia mais »

Scarlett Johansson, sensualizar a Bíblia não vai derrotar o Cristianismo

scarlett

Jesus prometeu que os portões do inferno não prevalecerão contra sua igreja, então dar aos escarnecedores da fé uma estratégia mais eficaz para alcançar um objetivo que eles nunca irão alcançar é meio que uma vanglória santificada, um orgulho santo no Salvador, cujas supostas fraquezas são infinitamente mais fortes do que a força de seus inimigos.

Leia mais »

A essência da mente cristã

thinker

A descoberta de que cristãos podem usar seus cérebros e serem fiéis é, certamente, uma fonte de alegria para muitos de nós. Entretanto, é triste que muitas vezes tendemos a negligenciar a passagem da Escritura que descreve explicitamente a mente cristã

Leia mais »

Santificação para a vida ordinária

O fato de toda nossa vida adorar a Deus significa que a igreja e a reunião dos crentes não tem valor? James K. A. Smith refuta essa distorção do ensino reformado sobre o papel do crente no mundo.

Leia mais »