Antes de tudo: a centralidade da cruz e da ressurreição

por Albert Mohler Jr.

Albert Mohler
Albert Mohler

A fé cristã não é uma mera coleção de doutrinas – um apanhado de verdades. O cristianismo é uma ampla afirmação que abrange cada aspecto de cada doutrina revelada, mas é centrada no evangelho de Jesus Cristo. E, como a pregação apostólica deixa claro, o evangelho é a prioridade.

O apóstolo Paulo afirma essa prioridade quando escreve aos cristãos de Corinto. Nos primeiros versos de 1 Coríntios 15, Paulo apresenta seus argumentos:

Irmãos, venho lembrar-vos o evangelho que vos anunciei, o qual recebestes e no qual ainda perseverais; por ele também sois salvos, se retiverdes a palavra tal como vo-la preguei, a menos que tenhais crido em vão. Antes de tudo, vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras. E apareceu a Cefas e, depois, aos doze. Depois, foi visto por mais de quinhentos irmãos de uma só vez, dos quais a maioria sobrevive até agora; porém alguns já dormem. Depois, foi visto por Tiago, mais tarde, por todos os apóstolos e, afinal, depois de todos, foi visto também por mim, como por um nascido fora de tempo. Porque eu sou o menor dos apóstolos, que mesmo não sou digno de ser chamado apóstolo, pois persegui a igreja de Deus. Mas, pela graça de Deus, sou o que sou; e a sua graça, que me foi concedida, não se tornou vã; antes, trabalhei muito mais do que todos eles; todavia, não eu, mas a graça de Deus comigo. Portanto, seja eu ou sejam eles, assim pregamos e assim crestes.

Paulo aponta diretamente para os eventos da cruz e da ressurreição de Cristo. Ele não está preocupado apenas com qualquer evangelho, mas com o único evangelho que salva. Esse é “o evangelho que vos anunciei”, Paulo, os lembra. O mesmo Paulo que repetidas vezes alertou os Gálatas contra aceitar qualquer evangelho falso lembra a igreja de Corinto que “o evangelho que vos anunciei” é o qual “também sois salvos”. O cuidado deles para com o evangelho é destacado nas palavras de Paulo: “se retiverdes a palavra tal como vo-la preguei”.

A afirmação das prioridades de Paulo é um corretivo vital para nossos tempos tão confusos. Sem hesitação, Paulo escreve com urgência sobre as verdades que vêm “antes de tudo”. Toda verdade revelada é verdade vital, inestimável e que pode mudar uma vida, verdade pela qual cada discípulo de Cristo é completamente responsável. Mas certas verdades são da mais alta importância, e essa é a linguagem que Paulo usa.

O que é isso que deve vir antes de tudo? “Que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras”, e “que foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras”. A cruz e a tumba vazia estão no centro da fé cristã. Sem elas, não há boas novas – não há salvação.

Paulo vai ao cerne da questão ao destacar essas verdades como sendo “antes de tudo”. Ao seguir seu exemplo, não podemos fazer menos que isso. Essas verdades em conjunto devem vir “antes de tudo”; nenhum sermão está completo sem a afirmação explícita da morte e da ressurreição de Jesus Cristo. Era assim naquela época, é assim agora e assim deve ser até que Cristo venha tomar sua igreja para si.

Como Paulo lembrou aos Coríntios – e agora nos instrui – o evangelho está no centro de nossa fé, e a cruz e a tumba vazia estão no centro do evangelho. Paulo nos encoraja: “Assim pregamos e assim crestes” (v.11).

Que o poder da cruz e a vitória da tumba vazia permeiem cada púlpito, cada banco de igreja e cada coração cristão – e que as Boas Novas do evangelho sejam recebidas com alegria por pecadores necessitados do Salvador.

O aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei. Graças a Deus, que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo. Portanto, meus amados irmãos, sede firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão. (1 Coríntios 15.56-58)

Tags: , , , , ,

Traduzido por Filipe Schulz | Reforma21.org | Original aqui

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.