Como desperdiçar sua educação teológica

por Derek Brown

Por Derek Brown
Por Derek Brown

1. Cultive o orgulho ao escrever somente para impressionar seus professores, ao invés de escrever para entender melhor e comunicar mais claramente a verdade.

2. Aperfeiçoe a arte de cortar caminho ao não fazer realmente uma pesquisa para um trabalho, mas ao invés disso escrever nele suas opiniões leigas e superficiais, completando com notas de rodapé estrategicamente plantadas.

3. Confunda a quantidade de educação que você recebe com o conhecimento real que você obtém. Continue dizendo a si mesmo: “eu realmente começarei a entender isso quando eu fizer meu Th.M ou meu Ph.D”.

4. Nutra uma atitude de superioridade, competição e desprezo em relação a seus colegas de seminário. Secretamente fale mal deles para seus amigos e sua esposa.

5. Questione regularmente a sabedoria e competência dos seus professores. Encontre formas de desrespeitá-los em público, ao questioná-los publicamente nas aulas e tentar fazer com que eles pareçam idiotas.

6. Negligencie a devoção pessoal, a leitura da Bíblia e a oração.

7. Não evangelize seus vizinhos.

8. Faça citações falsas e distorça posições e ideias das quais você discorda. Seja preguiçoso e não tente entender visões contrárias; pelo contrário, alimente seus preconceitos e exalte sua opinião com leituras e aprendizado superficiais;

9. Dê sua opinião o quanto for possível – especialmente nas aulas. Faça perguntas que mostrem seu conhecimento ao invés de perguntas que demonstrem curiosidade genuína.

10. Fale de doutrinas, professores e movimentos heréticos com um ar de desdém e leviandade.

11. Encontre coisas melhores pra fazer que servir em sua igreja local.

12. Complete sua vida com filmes, programas de TV, internet e músicas questionáveis.

13. Deixe de lado a comunhão e a responsabilidade junto aos irmãos em Cristo.

14. Permita que o estudo dos assuntos divinos se torne obtuso, entediante, sem vida e rotineiro.

15. Diminua sua integridade ao assinar seu compromisso com a instituição, e depois quebrá-lo sob a ilusão de que “afinal, essas regras são legalistas”.

16. Não leia para aprender; leia somente para refutar o que você acredita que está errado.

17. Convença a si mesmo que você já sabe de tudo.

18. Apenas estude. Não se exercite, nem passe tempo com sua família ou com trabalho.

19. Deixe trabalhos importantes para o último momento possível, de forma que você se assegure que não aprendeu realmente nada ao escrevê-los.

20. Não perca seu tempo fazendo amizade com seus professores e aqueles que são mais velhos e sábios que você.

21. Cometa o erro de pensar que sua educação garante seu sucesso no ministério.

22. Não estude devocionalmente. Você nunca será um grande acadêmico se você fizer isso. Acadêmicos precisam ser frios, indiferentes e imparciais – e não fanáticos por Jesus, certamente.

23. Sonhe sobre oportunidades futuras a ponto de você não tirar nada de sua oportunidade atual de aprender a Palavra de Deus.

24. Faça outras coisas durante a aula ao invés de escutar – por exemplo, o dever de casa, sua agenda, escrever e-mails ou cartas.

25. Passe mais tempo blogando que estudando.

26. Evite a capela e outras oportunidades de adoração comunitária.

27. Discuta furiosamente com aqueles que não veem as coisas do seu jeito. Não importa o que você fizer, não leia e medite em 2 Timóteo 2.24-26 e Tiago 3.13-18 enquanto se prepara para o ministério.

28. Coloque suas esperanças em um pastorado fácil e tranquilo quando você se formar. Decida agora não obedecer a Deus quando ele chamar você para servir em uma igreja difícil.

29. Aguarde o dia em que você não terá de se preocupar com toda essa teologia e quando você será capaz de apenas “pregar Jesus”.

30. Esqueça que sua responsabilidade principal é cuidar de sua família através da provisão, pastoreio e liderança.

31. Domine Calvino, Owen e Edwards, mas não a Lei, os Profetas e os Apóstolos.

32. Ganhe conhecimento apenas para ensinar os outros. Não empreenda o esforço necessário para lidar com seu próprio coração.

33. Critique o sermão do seu pastor toda semana. Aponte somente seus erros e sua argumentação teológica fraca, de forma que você não tenha de ser convencido por nada que ele diz.

34. Proteja-se da comunhão real ao falar apenas sobre teologia e nunca sobre suas questões espirituais, pecados e conflitos pessoais.

35. Conforte-se com a ilusão de que você começará a lidar seriamente com o pecado logo que se tornar um pastor; atualmente isso não realmente um grande problema.

36. Não sirva o pobre, visite o doente ou cuide das viúvas e dos órfãos – deixe isso para os cristãos leigos, sem treinamento no seminário e sem educação.

37. Continue dizendo a si mesmo que você quer pregar, mas nunca procura oportunidades para isso, especialmente em missões voluntárias e em asilos. Espere até sua sabatina para pregar seu primeiro sermão.

38. Deixe a inveja evitar que você se beneficie dos sermões pregadores pelos seus colegas.

39. Despreze o serviço não-reconhecido, nos bastidores. Somente sirva em áreas onde você tenha certeza de que receberá elogios e aprovação.

40. Aparente ter espiritualidade e conhecimento custe o que custar. Não deixe que os outros vejam suas imperfeições e sua ignorância, mesmo se isso significa que você tenha que mentir.

41. Ame livros, teologia e o ministério mais que o Senhor Jesus Cristo.

42. Deixe sua paixão pelo Evangelho ser substituída pela paixão por especulação doutrinária complexa.

43. Fique irado, ressentido e abalado quando receber uma nota menor que 10.

44. Deixe seu entusiasmo pelo ministério crescer ou diminuir na proporção direta aos elogios ou críticas que você recebe de seus professores.

45. Não tente de verdade aprender as línguas – deixe que o Bible Works faça todo o serviço pra você.

Traduzido por Josaías Jr | iPródigo

Tags: , , ,

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.