Por que a cruz é importante?

por Chris Tomlinson

Por Chris Tomlinson

É possível falar demais sobre a cruz?

Faço esta pergunta só porque alguns pregadores, escritores e professores parecem falar muito sobre a cruz. Alguns fazem isso quase que continuamente. Podemos entender porque eles continuam neste caminho, já que nós sabemos a grandiosidade e o peso do Calvário. Mas, há tempos que este pensamento atravessa muitas de nossas mentes: “Ótimo, então eu entendo que a cruz é importante. Mas não podemos passar para o próximo tópico? ”

Nós dizemos este tipo de coisa quando sentimos que nossa fé é mais do que só Jesus. E, em um certo sentido, podemos dizer que isso é verdade. Nossa fé é sobre a glória de Deus e nossa alegria, e amar os outros, e  satisfazer as necessidades dos oprimidos, e ser santificados, e ser firmes por toda a vida, e acumular tesouros no céu, e todos os tipos de outras coisas. Desta forma, estamos dizendo que a expressão de nossa fé está em muitas coisas.

Mas em outro sentido, a totalidade de nossa fé é sobre Jesus. A história redentiva de Deus começa com um presságio da Semente vindoura. Seus servos escolhidos prefigurariam Sua missão. Seus profetas anunciaram Sua chegada. Quando a história progride, começamos a ver a totalidade da revelação de Deus para a humanidade apontando para o advento do Messias. Talvez seja por isso que Paulo diz: “Porque quantas são as promessas de Deus, tantas têm nele o sim” (2 Coríntios 1.20). Neste segundo tipo de visão, estamos dizendo que o propósito da nossa fé é um: Jesus.

Então, quando nós encontramos o propósito da nossa fé em Jesus, temos de perguntar a nós mesmos a questão: por que é assim? O que há na pessoa de Jesus, na missão de Jesus, na obra de Jesus, o que faz dele o motivo da nossa fé? E é isso que nos leva à cruz.

Aqui está por que a cruz é importante: foi na cruz que vimos Deus mais claramente. Se a história fosse a vastidão do espaço, a cruz seria a estrela mais brilhante. Nós vemos Deus de forma mais ampla na cruz. Nós vemos a grandeza dos seus propósitos mais claramente na cruz.

Na cruz..

…Vemos a soberania de Deus – Reinando com controle absoluto sobre o maior pecado da humanidade.

…Vemos o propósito de Deus – Fazendo conhecidos os seus mistérios, preparados antes da fundação do mundo e do tempo.

…Vemos o plano de Deus – Em unir todas as coisas, nos céus e na terra, nEle.

…Vemos o juízo de Deus – Requerendo a recompensa pela culpa.

…Vemos a santidade de Deus – Exigindo o sacrifício perfeito.

…Vemos o poder de Deus – Moendo o Filho de acordo com o propósito de sua vontade.

…Vemos a ira de Deus – Punindo a miserabilidade do pecado.

…Vemos a tristeza de Deus – Lamentando o abandono de seu filho.

… Vemos o mistério de Deus –  o Filho, como Deus, separado do Pai, e do Espírito de Deus.

…Vemos a compaixão de Deus – Implorando ao Pai que perdoasse os ignorantes.

…Vemos o dom de Deus – Seu único Filho, ferido por nós.

…Vemos a misericórdia de Deus – Fazendo o injusto pecador, justo!

…Vemos o amor de Deus – Cristo morrendo por pecadores.

…Vemos a operação de resgate de Deus – Nos salvando do domínio do reino das trevas, para irmos para o reino de seu Filho.

…Vemos a aliança de Deus – comprometendo-se a si mesmo, por sua noiva pra sempre.

…Vemos a revelação de Deus – A Palavra de Deus sendo falada por Ele mesmo, para que Ele, hoje, possa falar por meio de muitos.

…Vemos a vitória de Deus – Desarmando seus inimigos, colocando-os em estado de vergonha e assim triunfando sobre eles.

…Vemos a glória de Deus – O nome do Pai sendo magnificado para a alegria de todos os povos.

Mas, ver Deus mais claramente não é um fim em si mesmo. Se fosse, então o motivo de toda a história seria simplesmente a nossa própria visão. Mas esse não é o propósito da história. Tudo existe para Jesus, para que em tudo Ele possa ser proeminente. Estudamos as Escrituras para conhecer mais de Deus. Aguardamos com grande esperança o dia  que vamos vê-Lo face a face. Mas, no aqui e agora, conhecemos  Deus mais plenamente quando olhamos para a pessoa e a obra de Jesus na cruz.

Só quando contemplamos o Filho de Deus mais claramente que nós podemos magníficá-lo mais plenamente, reconhecendo sua preeminência em todas as coisas, o que reflete mais intensamente a realidade da Sua glória. É por isso que, um dia, todo joelho se dobrará e toda língua confessará que Jesus Cristo é o Senhor, porque nesse dia, todos vão ver como Ele é, quer isso seja nossa maior alegria ou nossa maior tristeza.

Portanto, se você pregar e ensinar sobre a cruz, lembre-se de que nós, enquanto Seu povo, precisamos da lente de sua pregação para continuamente focarmos nossos corações no Filho de Deus crucificado. E se ouvirmos ou lermos sobre a cruz, e quisermos saber o que vem em seguida, se estamos prontos para mudar de assunto, devemos nos lembrar que a cruz importa ontem,  hoje e amanhã.

E vamos sempre guardar o melhor de nossos corações, a totalidade de nossos corações, para aquele cujas cicatrizes irão testemunhar, por toda a eternidade, a glória e o horror daquele dia, quando se tornou possível que um dia nos alegrássemos com Ele para sempre.

Traduzido por Rafael Bello | iPródigo | Texto original aqui

Tags: , ,

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.