No dia do meu casamento

por Marshall Segal

O dia do casamento finalmente chegou. Amanhã, se Deus quiser, não serei mais um ainda-não-casado.

Em um mês, um ano ou cinco anos, as pessoas nos perguntarão como o casamento está indo. Nós não queremos casar apenas pelo que sentimos no momento, então oramos a Deus sobre o que nós esperamos do casamento. Temos sonhos específicos cheios de esperança sobre o que Deus fará enquanto estivermos nos entregamos pacientemente e altruisticamente um ao outro dia após dia até que a morte nos separe.

Minha noiva e eu entraremos na igreja olhando para além do altar, da nossa linda festa de casamento e de todos os nossos amados convidados. Olharemos para algo muito maior e significativo: uma vida inteira apreciando Cristo juntos no casamento.

Com certeza, somos ingênuos e sem experiência, mas temos um Deus que é maior do que todos os nossos medos, inadequações e falhas futuras. O casamento na nossa imaginação não é sempre bonito, mas é belo. Nem sempre é fácil, mas vale o esforço e sacrifício. Certamente, não é perfeito, mas é cheio de graça e alegria.

Aqui estão dezessete sonhos que temos para nosso casamento. Me pergunto se você também tem sonhos para o seu. Um casamento sem visão pode sobreviver, mas provavelmente não crescerá nem prosperará. Quer você já esteja casado ou sinta-se chamado a isso em algum momento, Deus criou o casamento para ser uma experiência incrivelmente rica, dinâmica e repleta de frutos para os seus filhos. Ore e peça para que ele te mostre dimensões novas e profundas de tudo que ele deseja no casamento para você e seu (futuro) cônjuge.

1. Que nós desfrutemos mais a Deus do que a qualquer coisa ou pessoa, incluindo nós mesmos.

Tu me farás ver os caminhos da vida; na tua presença há plenitude de alegria, na tua destra, delícias perpetuamente. (Salmo 16.11)

2. Que nós oremos e oremos e oremos.

“Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome; venha o teu reino; faça-se a tua vontade, assim na terra como no céu; o pão nosso de cada dia dá-nos hoje; e perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós temos perdoado aos nossos devedores; e não nos deixes cair em tentação; mas livra-nos do mal [pois teu é o reino, o poder e a glória para sempre. Amém]!” (Mateus 6.9–13)

3. Que nós tenhamos e criemos crianças alegres e piedosas, se Deus permitir.

Herança do SENHOR são os filhos; o fruto do ventre, seu galardão. Como flechas na mão do guerreiro, assim os filhos da mocidade. (Salmo 127.3–4)

4. Que sejamos embaixadores do evangelho por onde formos e que ganhemos adoradores para Ele.

De sorte que somos embaixadores em nome de Cristo, como se Deus exortasse por nosso intermédio. Em nome de Cristo, pois, rogamos que vos reconcilieis com Deus. Aquele que não conheceu pecado, ele o fez pecado por nós; para que, nele, fôssemos feitos justiça de Deus. (2 Coríntios 5:20–21)

5. Que juntos nos encontremos com Deus regularmente em sua palavra.

A lei do SENHOR é perfeita e restaura a alma; o testemunho do SENHOR é fiel e dá sabedoria aos símplices. Os preceitos do SENHOR são retos e alegram o coração; o mandamento do SENHOR é puro e ilumina os olhos. O temor do SENHOR é límpido e permanece para sempre; os juízos do SENHOR são verdadeiros e todos igualmente, justos. São mais desejáveis do que ouro, mais do que muito ouro depurado; e são mais doces do que o mel e o destilar dos favos. (Salmo 19.7–10)

6. Que façamos do nosso lar um ambiente seguro, convidativo e cheio de vida para as outras pessoas.

Regozijai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, na oração, perseverantes; compartilhai as necessidades dos santos; praticai a hospitalidade; (Romanos 12.12–13)

7. Que sejamos uma benção para as famílias que Deus nos deu.

Filhos, obedecei a vossos pais no Senhor, pois isto é justo. Honra a teu pai e a tua mãe (que é o primeiro mandamento com promessa), para que te vá bem, e sejas de longa vida sobre a terra. E vós, pais, não provoqueis vossos filhos à ira, mas criai-os na disciplina e na admoestação do Senhor. (Efésios 6.1–3)

8. Que possamos aprender com casamentos mais maduros do que o nosso e que possamos investir em casamentos mais jovens do que o nosso.

Enchei-vos do Espírito… sujeitando-vos uns aos outros no temor de Cristo. As mulheres sejam submissas ao seu próprio marido, como ao Senhor… Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela. (Efésios 5.18–25)

9. Que vivamos dignos do evangelho, cultivando pequenos ciclos de correção, confissão, arrependimento, perdão e reconciliação.

Tende cuidado, irmãos, jamais aconteça haver em qualquer de vós perverso coração de incredulidade que vos afaste do Deus vivo; pelo contrário, exortai-vos mutuamente cada dia, durante o tempo que se chama Hoje, a fim de que nenhum de vós seja endurecido pelo engano do pecado. (Hebreus 3.12–13)

10. Que desenvolvamos, desfrutemos, guardemos e moldemos uma vida sexual pura e saudável.

Nada façais por partidarismo ou vanglória, mas por humildade, considerando cada um os outros superiores a si mesmo. Não tenha cada um em vista o que é propriamente seu, senão também cada qual o que é dos outros. Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus. (Filipenses 2.3–5)

11. Que mantenhamos um ritmo saudável de descanso, reconhecendo que Deus nos ama e comanda o mundo.

Se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o SENHOR não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela. Inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde, comer o pão que penosamente granjeastes; aos seus amados ele o dá enquanto dormem. (Salmo 127.1–2)

12. Que sempre amemos e nos dediquemos à igreja local.

Consideremo-nos também uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras. Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações e tanto mais quanto vedes que o Dia se aproxima. (Hebreus 10.24–25)

13. Que discipulemos jovens rapazes e moças e que despertemos líderes para a igreja de Deus.

Tu, pois, filho meu, fortifica-te na graça que está em Cristo Jesus. E o que de minha parte ouviste através de muitas testemunhas, isso mesmo transmite a homens fiéis e também idôneos para instruir a outros. (2 Timóteo 2.1–2)

14. Que suportemos a causa global de Deus através de missões mundiais.

Louvem-te os povos, ó Deus; louvem-te os povos todos. Alegrem-se e exultem as gentes, pois julgas os povos com equidade e guias na terra as nações. (Salmo 67.3–4)

15. Que não nos apeguemos o que possuirmos e gratuitamente transbordemos em generosidade.

Cada um contribua segundo tiver proposto no coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama a quem dá com alegria. Deus pode fazer-vos abundar em toda graça, a fim de que, tendo sempre, em tudo, ampla suficiência, superabundeis em toda boa obra. (2 Coríntios 9.7–8)

16. Que cantemos.

Mas regozijem-se todos os que confiam em ti; folguem de júbilo para sempre, porque tu os defendes; e em ti se gloriem os que amam o teu nome. (Salmo 5.11)

17. Que nunca paremos de buscar um ao outro, procurando conhecer e servir um ao outro fielmente e criativamente.

Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros. (Romanos 12.10)

A lista é longa, mas incompleta. Não temos dúvida de que há mais e melhores sonhos para sonharmos. Mas, por enquanto, sabemos pelo que orar para o amanhã. Nosso grande desejo é o próprio Deus, por isso temos confiança de que ele nos liderará, encontrará e manterá no casamento.

Tags: , ,

Traduzido por Kimberly Anastacio | Reforma21.org | Original aqui

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.