Retrospectiva 2015: melhores livros (Parte I)

por Equipe Reforma21

Iniciando nossas tradições de fim de ano, aqui está a nossa lista dos livros preferidos de 2015. Aumentamos a lista de colaboradores esse ano, então publicaremos em duas partes.

Vale esclarecer que essa é uma lista de “leituras preferidas”, já que listamos livros de outros anos, não só os publicados em 2015. Além disso, não necessariamente são os melhores livros, mas aquelas leituras que destacaram por motivos específicos.

Um 2016 abençoado a todos!

Em Cristo,

Equipe Reforma21

Nossas leituras preferidas

Josaías Jr.

1Redenção Consumada e Aplicada – John Murray – Este foi um dos primeiros livros que li quando conheci a doutrina reformada (há mais de uma década) e tive o prazer de lê-lo novamente esse ano. Trata-se de uma profunda exposição da doutrina da salvação sob a perspectiva reformada. Na primeira parte, Murray trata das características fundamentais da expiação, ligando o Antigo Testamento com o Novo, explicando por que era necessário que Cristo morresse e defendendo a doutrina da expiação limitada. Na segunda parte, ele explica cada passo da salvação graciosamente providenciada por Deus. Apesar de um livro pequeno, não é uma leitura fácil como muitos dos atuais livros sobre a Graça (ou “graça”). Ainda assim, vale a pena investir seu tempo nele.

2Antinomianism – Mark Jones – Já que o assunto é “graça”, o livro de Mark Jones é um bom corretivo para a popular ideia de que graça não implica em obrigações morais para o crente ou que a salvação não envolve boas obras (como frutos dela). Mark Jones corrige erros comuns entre os reformados, como achar que nossas boas obras (como regenerados) não agradam a Deus ou que não podemos ser motivados pelas recompensas celestiais. Com respaldo bíblico e histórico, Jones mostra erros em que podemos cair ao não entender a Lei, as boas obras, a santificação e a própria vida cristã. Além disso, por ser bastante prático, o leitor se sentirá motivado e desafiado a buscar uma vida mais santa.

3Martin Luther: a Life – Martin E. Marty – Essa é apenas uma de muitas biografias publicadas sobre Lutero. Não é nem a mais profunda, nem a mais longa, mas serve de introdução para aqueles que querem conhecer melhor a vida do reformador. Muitas vezes, pensamos em Lutero apenas como um revolucionário que pregou as 95 teses e não conhecemos mais nada de sua vida. Nesse livro, Marty apresenta o básico sobre a vida do reformador de uma maneira leve e divertida, sem ocultar os defeitos do reformador, mas lembrando-nos de que estamos diante de um personagem realmente único.

Nayara Andrejczyk

4Rejoicing In Christ – Michael Reeves – Livro pequeno, porém rico, carregado de doutrina Bíblica. Reeves explora as características, atributos, e obra da segunda pessoa da Trindade desde sua eterna existência pré-encarnação até a Sua próxima vinda e reinado futuro. Reeves direciona os holofotes à beleza da pessoa de Cristo, e o livro está também repleto de belas ilustrações artísticas, a maior parte delas da Era Medieval e do início da Idade Moderna, refletindo acontecimentos Bíblicos e históricos.

5
Practical Religion – J. C. Ryle – Um dos meus grandes favoritos, pelo (que creio ser) meu autor favorito, escrito no final do século XIX, Practical Religion é tão contemporâneo quanto qualquer outro livro escrito recentemente a respeito da vida Cristã. Nesta obra, o autor aborda de forma clara e direta os deveres, privilégios e conduta apropriada de todo aquele que diz ter obtido a salvação. O bispo Ryle leva-nos a examinar o nosso caminhar diário e a autenticidade do nosso viver à luz da Bíblia e exorta-nos a fugir dos perigos de mera formalidade, mundanismo, idolatrias e enganos do nosso próprio coração. Altamente recomendado!

6Housewife Theologian – Aimee Byrd – Por fim, um livro para desafiar a nós, mulheres Cristãs, a deixarmos a nossa natural tendência à futilidade e superficialidade e desejarmos uma teologia Bíblica robusta pela qual poderemos interpretar as coisas mais simples (e as mais complexas) do dia-a-dia. Aimee enfatiza ao longo do seu livro que somos todos teólogos, a questão está em sermos bons teólogos ou teólogos ruins e que devemos ter como alvo sermos excelente teólogos e almejar glorificar o Senhor em todas as áreas da nossa vida pensando “de forma cristã” a respeito de tudo ao nosso redor e não somente vermos a salvação como uma passagem para o céu. O aprofundamento em teologia Bíblica é benéfico para mulheres tanto quanto para homens como parte do corpo de Cristo.

Emilio Garofalo Neto

7Lila – Marilynne Robinson – O terceiro livro da série que se passa na fictícia cidade de Gilead. Magistralmente tecendo uma trama que mostra o coração e a vida de diversos personagens que amo desde o primeiro livro. Esse foca na vida de Lila, esposa do Rev. John Ames.

8Slade House – David Mitchell – Um livro de casa-assombrada como apenas o fabuloso David Mitchel seria capaz de fazer. História curta, mas que se conecta de maneira interessante a seus outros livros.

9A sistemática da Vida – Ed. Felipe Sabino – Uma coletânea de artigos teológicos preparados em honra à vida do Dr. Heber Campos. Esse tipo de coletânea é muito comum nos EUA, com o objetivo de trazer honra a quem honra é devida. Tive a honra de contribuir com 2 dos 21 artigos, mas não é por isso que escolhi o livro, viu?

10The Things of Earth – Joe Rigney – Uma importante e necessária correção a uma crescente tendência nos meios reformados de deixar de lado a glória e o sabor das coisas da terra. Rigney reconhece sua dívida para um autor que selecionei em anos passados: N.D. Wilson.

11Scandinavia – Lonely Planet Guide – Nesse ano li esse guia de turismo à Escandinávia, e me deliciei à distância com as paisagens da Islândia, Fjords noruegueses, cidades suecas e muito mais. Agora é só ir pessoalmente.

12Preaching – Tim Keller – Décadas pregando em altíssimo nível gabaritam Keller a escrever esse livro. Vai muito além dos meros manuais homiléticoss, trazendo profundas reflexões sobre teologia da pregação. Keller, felizmente, segue insistindo na loucura da pregação como caminho divino para alcançar a geração pós-moderna

13Das Reboot – Raphael Honigstein – O autor relata detalhadamente o triunfo germânico na Copa de 2014, contando-nos ainda sobre os processos e caminhos que serviram para revolucionar o futebol alemão nos últimos 15 anos.

14On Looking – Alexandra Horowitz – A autora convida especialistas em diversas áreas do conhecimento para um passeio em sua vizinhança, e cada um deles ajudam-na a perceber o quando do mundo ela está perdendo.