Por que a noiva de Cristo ama teologia

por Aimee Byrd

Aimee Byrd
Aimee Byrd

Esta semana, meu marido e eu celebraremos nosso 16o aniversário de casamento. Assim, como todo mundo faz na época de seu aniversário, ando pensando sobre as pessoas que éramos quando dissemos “Sim”. Eu tinha apenas 21 anos, recém-saída da faculdade. É engraçado porque eu achava que estava tão “apaixonada” – tanto que decidi entregar o resto da minha vida a esse homem a quem eu pensava conhecer muito bem.

Embora eu conhecesse Matt naquela perfeita tarde de junho, havia muito mais a aprender sobre ele. Durante o últimos 16 anos de experiências conjuntas no casamento, descobri muito mais sobre meu marido como provedor, pai, amigo e amante. Quando eu fiz aqueles votos, “na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza”, eu estava comprometendo minha vida ao que cria ser verdade sobre o homem com quem me casava. Meu conhecimento era baseado no ano e meio em que estivemos em um relacionamento. Agora que tenho uma filha fazendo 14 anos em breve, percebo que era apenas 7 anos mais velha que ela quando fiz essas avaliações de caráter sobre seu pai. Eu estou muito grata porque Matt ultrapassou o que eu sabia ser verdade sobre ele há 16 anos.

Eu amo aprender sobre meu marido, nos períodos bons e nos maus. Grande parte de um relacionamento é aprender sobre o outro, conhecer o outro intimamente. E eu acho que esse é um anseio profundo que todos temos – sermos realmente conhecidos. Embora a pessoa com quem me casei seja tão maravilhosa, às vezes, eu me descubro solitária porque ele nunca poderá conhecer-me realmente da forma como anseio ser conhecida.  Mas eu sei que há uma razão para isso. Isso está reservado para outro marido. Nosso casamento não foi consumado ainda, mas, junto com todos aqueles que ele chamou, justificou e está santificando para glorificação, eu sou a noiva de Cristo. Ele é o único que me conhece da forma como anseio ser conhecida.

E, como sua noiva, a igreja não se satisfaz com o que aprendeu sobre seu noivo no dia em que noivou. É somente o começo. Nós anelamos aprender mais sobre Aquele com quem estamos em aliança pela eternidade. É uma expressão de nosso amor. É nosso prazer. Na doença e na saúde, pobreza e abundância, nós encontramos um noivo fiel. Ele realmente ensina-nos sobre amor enquanto aprendemos mais sobre ele. E quanto mais descobrimos sobre ele, mais nosso amor cresce.

Teologia é o estudo de Deus. É conhecer quem Deus é e o que ele fez. Deus sabe que é muito importante para nós aprender sobre ele. Assim, ele nos deu sua Palavra escrita. É um livro bastante robusto! Ele também designou pregadores e levantou mestres para transmitir sua Palavra e ajudar-nos a estudá-la mais profundamente. A cada Dia da Ressurreição, sua igreja reúne-se para uma cerimônia de renovação da aliança, onde o futuro da nossa adoração em glória desponta nesta era presente. Nós somos abençoados e renovados por sua Palavra e sacramentos. Sua Palavra realmente tem o poder de criar o que proclama. Nosso noivo está amavelmente transformando-nos em sua noiva perfeita. E em sua encarnação, vida de obediência, morte, ressurreição e ascensão à destra do Pai, ele cumpriu tudo em favor de sua noiva para que isso aconteça.

A noiva de Cristo ama teologia porque ela ama Deus. Nós amamos Deus porque ele primeiro nos amou. Como poderíamos não querer aprender mais sobre tão grandioso amante?

Tags: , , ,

Traduzido por Josaías Jr | Reforma21.org | Original aqui

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.